Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,66 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,39 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,35
    +0,46 (+0,42%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    29.425,63
    +388,48 (+1,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,77 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1528
    -0,0660 (-1,26%)
     

Animais do deserto! 5 espécies excêntricas que suportam altas temperaturas

Não é miragem! Alguns animais do deserto se destacam por suas habilidades que ajudam a suportar altas temperaturas. Para sobreviver a um ambiente tão árido, a natureza é capaz de encontrar recursos bem diferentes do convencional. Com isso em mente, trazemos cinco espécies excêntricas.

Besouro-do-deserto

O besouro-do-deserto (Asbolus verrucosus) carrega consigo uma armadura natural. Sua carapaça ultrarresistente é a grande responsável por reter a umidade no deserto seco de Sonora (América do Norte), ajudando-o a sobreviver naquele ambiente. Para se ter uma noção, seu exoesqueleto é tão forte que não morre se um humano pisar nele.

Outra característica do animal é que, sob ameaça, esse besouro rola e se finge de morto. Vale notar, ainda, que sua dieta consiste em plantas e matéria orgânica em decomposição, e esse besouro raramente precisa beber.

Víbora-de-chifres

Víbora-de-chifres, um dos animais do deserto (Imagem: ethangabito/envato)
Víbora-de-chifres, um dos animais do deserto (Imagem: ethangabito/envato)

Sim, existe uma cobra chifruda. A víbora-de-chifres (Cerastes cerastes) costuma ser encontrada em regiões desérticas que abrangem o Saara, no lado ocidental da África, do Marrocos à Mauritânia, ao Egito e ao Sudão. Os chifres não estão lá por acaso: servem para escavar sob a areia, já que se dobram quando tocados, tornando mais fácil para a cobra se espremer em pequenas aberturas.

Escorpião-peludo-do-deserto

O escorpião-peludo-do-deserto (Hadrurus arizonensis) se destaca por diversos fatores: primeiro, porque é o maior da América do Norte, chegando a 17,8 cm de comprimento. Segundo, porque ele é capaz de literalmente brilhar sob luz ultravioleta (UV), por conta de compostos fluorescentes presentes no exoesqueleto.

A espécie costuma habitar os desertos de Sonora e Mojave, e a boa notícia — pelo menos para os humanos — é que o animal tende mais a fugir do que picar, e seu veneno é relativamente fraco. Ainda assim, não é algo que se queira encontrar durante uma viagem.

Peixe-do-deserto

Por essa você não esperava. Existe uma espécie de peixe que vive no deserto! Trata-se do Cyprinodon macularius, conhecido como Pupfish-do-deserto (ou apenas peixe-do-deserto), capaz de sobreviver em condições de água escassas. A espécie evoluiu para prosperar na água que flui através de regiões áridas, e pode ser encontrada no Lago Salton, na Califórnia (EUA) e no rio Colorado (México).

Adaptações especiais permitem que os filhotes sobrevivam apesar das condições que seriam mortais para a maioria dos peixes. Versátil, a espécie pode habitar águas muito quentes e com pouquíssimo oxigênio.

Diabo-espinhoso

A pele pontiaguda e os dois chifres grandes e escamosos na cabeça tornam o diabo-espinhoso uma visão assustadora, mas a menos que você seja uma formiga, não há nada a temer. O Moloch horridus é um pequeno réptil encontrado na Austrália, e se alimenta somente de formigas. Uma curiosidade é que as escamas tão excêntricas desse animal do deserto não servem apenas para proteção, mas também para canalizar a água para sua boca.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos