Mercado abrirá em 9 h 6 min
  • BOVESPA

    110.925,60
    -1.560,41 (-1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.457,55
    -227,31 (-0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,31
    +0,09 (+0,11%)
     
  • OURO

    1.810,00
    -5,20 (-0,29%)
     
  • BTC-USD

    16.905,75
    -222,18 (-1,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    400,35
    -5,80 (-1,43%)
     
  • S&P500

    4.076,57
    -3,54 (-0,09%)
     
  • DOW JONES

    34.395,01
    -194,76 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.558,49
    -14,56 (-0,19%)
     
  • HANG SENG

    18.730,66
    -5,78 (-0,03%)
     
  • NIKKEI

    27.679,84
    -546,24 (-1,94%)
     
  • NASDAQ

    12.014,00
    -48,75 (-0,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4570
    -0,0084 (-0,15%)
     

Angelina Jolie acusa Brad Pitt de abuso em jatinho particular

Jolie e Pitt em foto de 2009
Jolie e Pitt em foto de 2009

Angelina Jolie apresentou à justiça dos Estados Unidos acusação de que o ex-marido Brad Pitt teria atacado a ela e a seus filhos durante um voo de avião particular, levando-a a pedir divórcio.

Em uma ação judicial sobre uma vinícola francesa que compraram quando estavam juntos, Jolie diz que Pitt a agarrou pela cabeça e atacou dois de seus filhos na viagem de 2016.

Ela afirma que Pitt estava bêbado, a abusou verbalmente e jogou bebida alcoólica em sua família durante o voo da França para Los Angeles.

Ele nega as acusações. E uma fonte próxima ao ator disse à BBC que as alegações de Jolie eram falsas.

"Ela continua a refazer, revisar e reimaginar sua descrição de um evento que aconteceu seis anos atrás, acrescentando informações completamente falsas cada vez que ela não consegue o que quer", disse a fonte. "Sua história está em constante evolução."

A alegação de Jolie de comportamento abusivo de Pitt no voo de 14 de setembro de 2016 surgiu em documentos judiciais anteriores, incluindo o acordo de divórcio do ex-casal — ambos atores vencedores de Oscar.

Mas novos detalhes foram apresentados na terça-feira (4/10), em Los Angeles, pela equipe jurídica de Jolie. É parte de um processo em andamento sobre o Chateau Miraval SA, uma casa e vinhedo no sul da França que o ex-casal de Hollywood adquiriu em conjunto.

Pitt argumenta que ele e sua ex-mulher concordaram em não vender suas participações no local sem a permissão do outro.

Jolie contesta isso e culpa Pitt por encerrar as negociações sobre a compra de suas ações da propriedade.

A acusação de Jolie apresentada na terça-feira diz que o ator foi fisicamente e emocionalmente abusivo em relação a ela e seus seis filhos — com idades entre 8 e 15 na época — durante o voo de avião particular.

Seus advogados alegam que Pitt começou a gritar, acusando-a de ser "muito protetora das crianças".

Logo após o voo, Pitt "a puxou para o banheiro" na parte de trás do avião, diz o processo.

"Pitt agarrou Jolie pela cabeça e a sacudiu, depois agarrou seus ombros e a sacudiu novamente antes de empurrá-la contra a parede do banheiro", acrescenta o documento.

"Pitt então socou o teto do avião várias vezes, levando Jolie a sair do banheiro".

Depois que uma das crianças interveio verbalmente, Pitt "atacou seu próprio filho", diz o documento.

Jolie então "o agarrou por trás para detê-lo", de acordo com os documentos do tribunal. "Para tirar Jolie das costas, Pitt se jogou para trás nos assentos do avião, ferindo as costas e o cotovelo de Jolie", complementa o processo legal.

"As crianças se apressaram e todas tentaram bravamente proteger umas às outras. Antes que tudo acabasse, Pitt sufocou uma das crianças e deu um tapa no rosto de outra."

Os advogados de Jolie dizem que ela e seus filhos "ficaram quietos e em silêncio debaixo de cobertores" pelo resto do voo.

A propriedade francesa, em imagem de 2008
A propriedade francesa, em imagem de 2008

"Pitt periodicamente aparecia da parte de trás do avião para gritar e xingá-los. Em um ponto, ele derramou cerveja em Jolie; em outro, ele derramou cerveja e vinho tinto nas crianças", diz o documento.

O incidente foi investigado pelo FBI em 2016. As autoridades decidiram não apresentar queixa.

No ano passado, um juiz concedeu a guarda conjunta dos filhos a ambos os pais.

A propriedade Miraval está localizada na vila de Correns, no sudeste da França, e foi comprada pelo casal por cerca de 25 milhões de euros em 2008.

Os atores se casaram no local seis anos depois.

Pitt processou Jolie, alegando que sua decisão de vender sua participação na propriedade para um oligarca russo era uma tentativa de "minar" seu investimento e causar "dano gratuito" a Pitt, que havia "derramado dinheiro e suado capital no negócio do vinho".

Os advogados de Jolie dizem em seu processo que a atriz "fez um grande esforço para tentar proteger seus filhos de reviver a dor que Pitt infligiu à família naquele dia".

Eles acrescentam que sua decisão de vender sua participação no empreendimento foi em parte devido ao fato de ela "ficar cada vez mais desconfortável em continuar participando de um negócio relacionado ao álcool, dado o impacto do reconhecido problema de abuso de álcool de Pitt em sua família".

Pitt disse ao New York Times em 2019 que se juntou aos Alcoólicos Anônimos após sua separação de Jolie.

O processo judicial de Jolie revela a tensão entre o casal sobre seus planos para a vinícola.

Pitt, que já havia falado de seu amor por arquitetura e design, decidiu que o castelo precisava de uma quinta piscina a um custo de 1 milhão de euros e queria que uma escada fosse reconstruída quatro vezes, de acordo com Jolie.

- Este texto foi publicado em https://www.bbc.com/portuguese/internacional-63142445

Sabia que a BBC está também no Telegram? Inscreva-se no canal.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!