Anfavea registra produção recorde para mês de janeiro

Além das vendas recordes, apontadas semana passada pela Fenabrave, a produção em janeiro no País, de 279,3 mil unidades de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus, também foi o melhor desempenho do setor para o período na história. "Algumas montadoras não fizeram férias coletivas e estamos bastante otimistas, começamos o ano bem", afirmou nesta quarta-feira, Cledorvino Belini, presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), ao comentar os dados do período divulgados mais cedo.

A Anfavea confirmou ainda o recorde histórico de vendas em janeiro de 2013 para o mês, com 331,5 mil unidades comercializadas, média diária de 13.509 unidades, ante 11.485 unidades negociadas diariamente um ano antes. "Seguimos otimistas, com economia projetada, crescimento previsto para o Produto Interno Bruto e tenho todas as condições de números de crescimento", disse Belini.

O executivo avaliou que neste mês haverá "uma quebra natural" nas vendas, por conta do carnaval, e ainda na produção, "com o início das férias de algumas montadoras que não deram no começo deste ano". Para Belini, em março o setor deve ter uma recuperação pelo fato de o Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) voltar a subir.

O estoque total do setor cresceu entre dezembro e janeiro, de 24 dias para 29 dias, com alta de quatro para seis dias de estoques nas indústrias, e de 20 para 23 dias nas concessionárias.

Crédito

O executivo comentou que o índice de aprovação de crédito automotivo mais que dobrou em um ano. "Antes da aprovação da redução do IPI e do acordo feito à época com os bancos, a aprovação era de 25% a 30% dos pedidos. Hoje, chega a 70%." Belini considerou ainda que o controle de crédito atualmente é mais restrito por parte das instituições financeiras, que há uma queda na inadimplência e que o volume disponível para veículos vem se mantendo estável em R$ 201 bilhões.

Carregando...