Aneel se diz surpresa com reação de concessionárias

O diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Nelson Hubner, afirmou nesta terça-feira que causou surpresa ao governo a perplexidade de alguns agentes do setor elétrico sobre as novas tarifas e indenizações apresentadas para a renovação das concessões. "Nos surpreende a perplexidade de alguns agentes", afirmou. "Essa mudança não foi escondida de ninguém."

Segundo Hubner, não houve novidade na adoção do critério do valor novo de reposição para indenizar os ativos ainda não totalmente depreciados. "Grande parte da composição da tarifa é amortização de investimentos e, uma vez amortizados, restam operação e manutenção."

Hubner disse também que o governo não inovou ao apresentar as novas tarifas e receitas para geração e transmissão. De acordo com o executivo, o governo levantou custos individualizados para cada usina e levou em conta o fato de que empreendimentos menores possuem custos maiores. "Definimos custos eficientes de operação e manutenção na transmissão, semelhante ao que já fazemos na distribuição. Não buscamos eficiência máxima, mas média. Também buscamos custos médios de eficiência para geração", afirmou. "Levamos as empresas a buscar um nível de eficiência médio, buscando redução de custos gerais para a sociedade brasileira."

Carregando...