Mercado abrirá em 35 mins
  • BOVESPA

    126.285,59
    +1.673,56 (+1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.344,11
    +433,58 (+0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,72
    +0,33 (+0,46%)
     
  • OURO

    1.830,90
    +26,30 (+1,46%)
     
  • BTC-USD

    39.684,57
    -923,45 (-2,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    930,14
    +0,21 (+0,02%)
     
  • S&P500

    4.400,64
    -0,82 (-0,02%)
     
  • DOW JONES

    34.930,93
    -127,59 (-0,36%)
     
  • FTSE

    7.087,03
    +70,40 (+1,00%)
     
  • HANG SENG

    26.315,32
    +841,44 (+3,30%)
     
  • NIKKEI

    27.782,42
    +200,76 (+0,73%)
     
  • NASDAQ

    15.007,25
    -4,25 (-0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0386
    -0,0199 (-0,33%)
     

Aneel autoriza reajuste nas tarifas de cinco distribuidoras no RS

·1 minuto de leitura

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou hoje (20) o reajuste tarifário de cinco distribuidoras de energia do Rio Grande do Sul. Juntas, as empresas Centrais Elétricas de Carazinho (Eletrocar), Hidropan Distribuição de Energia, Mux Energia, Nova Palma Energia e Departamento Municipal de Energia de Ijuí (DEMEI) atendem a mais de 120,8 mil unidades consumidoras no estado. Os novos valores começam a ser aplicados a partir do dia 22 de julho.

A Eletrocar, que atende 38,4 mil unidades consumidores em Carazinho, terá o reajuste médio da tarifa em 4,24%. Os 18 mil concessionários da Hidropan terão reajuste médio de 6,45%. A concessionária atende o município de Panambi.

Os consumidores da Mux terão as tarifas reajustadas em média em 8,93%. A concessionária atende 11,9 mil unidades no município de Tapejara. Já para os 16,3 mil consumidores da Nova Palma terão a tarifa reajustada em média e, 5,59%. A Nova Palma atende consumidores do município de Faxinal do Soturno.

Já o Departamento Municipal de Energia (Demei) de Ijuí, que atende 35,3 mil unidades consumidoras, terá 8,24% de efeito médio de reajuste na tarifa.

A Aneel disse ainda que tomou um conjunto de ações para evitar que o reajuste nas tarifas da Eletrocar, Hidropan, Mux Energia e Nova Palma fosse maior.

“As empresas Eletrocar e Hidropan tiveram seus índices tarifários atenuados pela reversão do empréstimo da conta-covid, já a revisão da Mux Energia foi amenizada pelo uso de créditos de PIS/Cofins. No caso da Nova Palma, foram quatro ações de redução que juntas totalizaram impacto do reajuste”, disse a agência.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos