Mercado fechado

Aneel aprova novas taxas de remuneração para geração, transmissão e distribuição

(Reuters) - A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou em reunião nesta terça-feira novos valores para a taxa regulatória de remuneração do capital de investidores nos segmentos de geração, transmissão e distribuição de energia, bem como nova metodologia para definição do indicador.

A metodologia levará a um WACC (sigla em inglês para custo médio ponderado de capital) de 7,32% reais depois de impostos para o setor de distribuição, contra 8,09% vigentes e 7,17% de uma proposta inicial colocada em audiência pública anteriormente pela agência.

Analistas do Credit Suisse esperavam número final "perto de 7,5%", segundo relatório divulgado na segunda-feira.

Para os setores de geração e transmissão, a metodologia resulta em WACC real depois de impostos de 6,98% em 2020, ante 6,64% vigentes para transmissoras e 7,16% para geradores.

"Nessa taxa de remuneração de equilíbrio, a gente busca remunerar de maneira adequada os investimentos, vis a vis o ônus tarifário ao consumidor. É uma decisão que está sempre sopesando essas duas questões", disse o diretor-geral da Aneel, André Pepitone.


(Por Luciano Costa, em São Paulo)