Mercado fechará em 3 h 42 min
  • BOVESPA

    113.761,33
    -1.301,21 (-1,13%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,28
    -0,33 (-0,45%)
     
  • OURO

    1.754,60
    -40,20 (-2,24%)
     
  • BTC-USD

    48.051,71
    -326,20 (-0,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.234,52
    +1,23 (+0,10%)
     
  • S&P500

    4.460,44
    -20,26 (-0,45%)
     
  • DOW JONES

    34.671,88
    -142,51 (-0,41%)
     
  • FTSE

    7.027,48
    +10,99 (+0,16%)
     
  • HANG SENG

    24.667,85
    -365,36 (-1,46%)
     
  • NIKKEI

    30.323,34
    -188,37 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    15.419,00
    -85,00 (-0,55%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1756
    -0,0204 (-0,33%)
     

Anec reduz projeção de exportação de soja mas ainda vê alta ante agosto de 2020

·1 minuto de leitura
Colheita de soja em Primavera do Leste (MT)

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil deve fechar agosto com exportações de 5,785 milhões de toneladas de soja em agosto, estimou nesta terça-feira a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec), com um ajuste para baixo ante a projeção de 5,986 milhões de toneladas dada na semana anterior.

Entretanto, o volume deve representar um crescimento na comparação com as 5,574 milhões de toneladas de agosto do ano passado, mostraram os dados.

Para o milho, a associação também reduziu a expectativa semanal, de 4,737 milhões para 4,344 milhões de toneladas, em meio ao avanço da colheita da segunda safra, que teve quebra em função de problemas climáticos.

Um ano antes, o Brasil exportou 6,68 milhões de toneladas do cereal.

(Por Ana Mano e Nayara Figueiredo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos