Mercado abrirá em 9 h 17 min
  • BOVESPA

    120.933,78
    -180,15 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.072,62
    -654,36 (-1,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,90
    +0,52 (+0,82%)
     
  • OURO

    1.774,50
    +3,90 (+0,22%)
     
  • BTC-USD

    54.611,33
    -2.460,21 (-4,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.244,11
    -54,85 (-4,22%)
     
  • S&P500

    4.163,26
    -22,21 (-0,53%)
     
  • DOW JONES

    34.077,63
    -123,04 (-0,36%)
     
  • FTSE

    7.000,08
    -19,45 (-0,28%)
     
  • HANG SENG

    29.114,11
    +7,96 (+0,03%)
     
  • NIKKEI

    29.150,71
    -534,66 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    13.925,50
    +28,25 (+0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6921
    +0,0164 (+0,25%)
     

Anec ajusta previsão de exportação de soja do Brasil em março para até 16,18 mi t

·1 minuto de leitura
Navio carregado com soja no porto de Santos (SP)

SÃO PAULO (Reuters) - As exportações brasileiras de soja podem alcançar até 16,18 milhões de toneladas em março, estimou nesta terça-feira a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec), ao reduzir levemente a projeção máxima e manter a expectativa de embarque mínimo em 13,3 milhões de toneladas.

Na semana anterior, a entidade previa o limite máximo em 16,4 milhões de toneladas.

Apesar das condições climáticas permitirem uma aceleração na colheita da safra 2020/21 nos últimos dias, o diretor-geral da Anec, Sérgio Mendes, disse à Reuters na véspera que a oferta disponível para embarques ainda não foi totalmente normalizada, após chuvas excessivas que atrasaram a retirada da oleaginosa das lavouras.

"(O) line-up prevê 16.186.195 toneladas de soja para março. Mas é importante observar que a Anec está considerando a possibilidade de menor carregamento de cargas, levando a um número entre 13.307.982 (semelhante a março de 2020) e 16.186.195 toneladas", afirmou a Anec em nota nesta terça-feira.

(Por Ana Mano e Nayara Figueiredo)