Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.570,90
    -1.370,78 (-1,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.702,91
    -896,47 (-1,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,45
    -1,69 (-1,98%)
     
  • OURO

    1.838,70
    +6,90 (+0,38%)
     
  • BTC-USD

    36.180,86
    +1.001,04 (+2,85%)
     
  • CMC Crypto 200

    822,09
    +11,49 (+1,42%)
     
  • S&P500

    4.344,76
    -53,18 (-1,21%)
     
  • DOW JONES

    33.897,25
    -368,12 (-1,07%)
     
  • FTSE

    7.297,15
    -196,98 (-2,63%)
     
  • HANG SENG

    24.656,46
    -309,09 (-1,24%)
     
  • NIKKEI

    27.588,37
    +66,11 (+0,24%)
     
  • NASDAQ

    14.228,00
    -198,50 (-1,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2204
    +0,0304 (+0,49%)
     

Android 13 deve trazer suporte a áudio Bluetooth com baixo consumo de energia

·2 min de leitura

O Android 13 pode ser compatível com a tecnologia Bluetooth Low Energy Audio (LE Audio), que mantém a qualidade de áudio e transmissão ao custo de um menor consumo energético. A plataforma aparentemente oferecerá suporte total à tecnologia como forma de garantir a elevada qualidade de streaming de áudio para fones de ouvido sem fios e aparelhos auditivos sem impacto severo no gasto de bateria.

Traços do código do Bluetooth LE foram encontrados no Android Open Source Project (AOSP), ainda em fase prematura de desenvolvimento, que mostra o possível suporte ao codec LE Audio. O editor do site Esper, Mishaal Rahman, viu que o utilitário estaria adicionado às configurações do sistema como "prioridade mais alta", o que sugere se tratar de uma configuração padrão para dispositivos de áudio.

O Bluetooth LE Audio trará maior vida útil para baterias e uma conexão mais estável, sem precisar ter a qualidade de áudio reduzida nos dispositivos móveis. Outra vantagem seria a possibilidade de parear mais de um fone de ouvido simultâneo, o que possibilitam que duas (ou mais) pessoas escutem a mesma música em um único aparelho celular ou tablet.

Investimento em aparelhos compatíveis

Se isso se confirmar, na prática, todos os dispositivos suportados devem ter uma conexão com o LE Audio antes de tentar se conectar a outros codecs de áudio. Essa é uma notícia excelente para os fabricantes, que poderão começar a investir nesse sistema como forma de entregar mais eficiência energética para seus acessórios.

Hoje, a maioria dos fones e aparelhos auditivos não oferecem suporte ao codec porque ele tem baixa compatibilidade e eleva o valor do produto. Por enquanto, o código encontrado indica que somente os Androids com Snapdragon 888 ou 865+ teriam suporte à tecnologia, o que poderia mudar no futuro. Vale ressaltar que o Android 12 tem uma API de áudio LP, mas não é o suporte completo que se pretende entregar na nova versão do SO.

Os aparelhos auditivos foram os inauguradores da tecnologia porque eles ficam mais tempo no ouvido das pessoas. Em geral, eles são retirados apenas para dormir, razão pela qual precisam ter elevada eficiência energética para que não seja necessário trocar a bateria com frequência.

A única certeza até agora é que o Bluetooth LE Audio seria uma adição importante para quem não abre mão dos fones, seja por necessidade física ou por diversão. Com o avanço no desenvolvimento do Android 13 no início de 2022, é provável que o usuário comece a ouvir cada vez mais sobre o Bluetooth de baixo consumo e suas vantagens para economizar a bateria dos aparelhos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos