Mercado abrirá em 9 h 22 min

Android 12 deve ser capaz de "hibernar" apps sem uso para liberar espaço

Rubens Eishima
·1 minuto de leitura

Após o lançamento do Android 11, as atenções do Google agora se voltam para a décima segunda revisão do sistema operacional. Caso o cronograma dos últimos anos se repita, a empresa deve disponibilizar as primeiras versões de teste ainda neste trimestre. Um possível recurso do novo sistema para celulares é uma opção para “hibernar” apps em desuso, com o objetivo de economizar espaço.

As alterações incluídas no código-fonte do Android não oferecem maiores pistas de como é feita a liberação de espaço — se o app é apagado, mas os dados de uso não; se o sistema comprime os arquivos do aplicativo, etc. —, mas o recurso é ativado por um serviço que determina se o programa está em uso.

/** * System service that manages app hibernation state, a state apps can enter that means they are * not being actively used and can be optimized for storage. The actual policy for determining * if an app should hibernate is managed by PermissionController code. */ public class AppHibernationService extends SystemService {

A descrição da novidade encontrada pelo site XDA Developers pode ser traduzida da seguinte maneira:

Serviço do sistema que gerencia o estado de hibernação do aplicativo, um estado em que os aplicativos não estão sendo usados ativamente e podem ser otimizados para armazenamento. As regras para determinar se um aplicativo deve hibernar é gerenciada pelo código PermissionController.

A inclusão recente do recurso à estrutura do sistema para celular levanta dúvidas sobre a sua inclusão no Android 12. A nova versão deve ser lançada em setembro, caso mantenha o cronograma das últimas edições. Antes disso, porém, o Google tem o hábito de lançar versões de teste já no primeiro semestre, usadas para testar as novidades e resolver bugs.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: