Mercado fechado

Android 11 vai permitir restaurar facilmente um arquivo excluído por engano

Diego Sousa

O Google adicionou um recurso no Android 11 que funcionará de forma semelhante à Lixeira do Windows. Quando você excluir um documento de seu celular, por exemplo, ele não será apagado imediadamente, e sim movido para um local onde será possível recuperá-lo durante um determinado período.

A novidade foi anunciada pela gerente de Produtos do Android Roxanna Aliabadi. O Android permite que os arquivos movidos para lixeira fiquem por 30 dias, podendo ser restaurado a qualquer momento — depois disso, eles são excluídos permanentemente.

Com o intuito de deixar o Android mais seguro e transparente, a nova geração vai exigir que os aplicativos obtenham consentimento antes de modificar os arquivos de mídia — isso acontecerá porque o armazenamento por escopo será obrigatório, tirando o acesso irrestrito dos aplicativos ao armazenamento comum dos usuários.

Conforme aponta o site XDA-Developers, embora o Google tenha anunciado o recurso na fase beta final, a "Lixeira do Android" estava disponível desde a primeira prévia para desenvolvedores. Em demonstração, um desenvolvedor criou um app para entender como a API funciona: o usuário é perguntado se deseja mover uma foto à lixeira, o que a excluiria temporariamente da galeria. Diferente do que a executiva do Android disse, a foto seria removida do armazenamento sete dias depois — aparentemente, houve um aumento no período de lá para cá.

Lixeira do Android funcionará de forma semelhante a do Windows (Foto: Reprodução/XDA-Developers)

A versão final do Android 11 ainda não teve uma data de lançamento definida. O primeiro beta público foi lançado no último dia 10 de junho, então, considerando o histórico do Google, poderemos ser apresentados oficialmente ao SO entre julho e agosto.


Fonte: Canaltech