Mercado fechado

Android 11: Google libera primeira versão Beta do novo sistema

Rubens Eishima

O Google lançou nesta quarta-feira (10) a primeira versão Beta do Android 11. O anúncio da atualização foi adiado na semana passada – provavelmente para dar espaço às discussões de questões raciais que acontecem nos EUA e no mundo —, e a empresa optou por destacar as principais mudanças do sistema em uma série de explicações curtas em vez de realizar uma apresentação online como estava previsto.

Assim como aconteceu com o Android 10, o Android 11 não terá um codinome inspirado em um doce. Caso a tradição fosse retomada, o sistema teria um apelido com a letra R — “Rapadura”, talvez?

Android 11 Beta

As versões do Android 11 disponibilizadas anteriormente eram as DP (developer preview — prévia para desenvolvedores, em português), enquanto a disponibilizada hoje é uma Beta. A nova versão consolida as mudanças feitas até aqui e deve desacelerar a inclusão de novos recursos para priorizar a correção de bugs e a melhoria na estabilidade em preparação para a versão final do sistema.

Não foi informado pelo Google a quantidade de versões Beta que serão lançadas para o Android 11. Como referência, o Android 10 teve seis versões durante esta fase, mas não chegou a ter edições DP. Os últimos betas antes do lançamento final foram: Beta 4 (junho de 2019), Beta 5 (julho) e o Beta 6 (agosto).

Tanto o DP quanto o Beta são voltados principalmente para os fabricantes de celulares e desenvolvedores de apps, para que estejam preparados para a nova versão do Android, garantindo a compatibilidade com recursos já existentes e a adoção das novidades do sistema.

A desenvolvedora não recomenda a instalação das versões de desenvolvimento aos usuários comuns, já que o sistema pode apresentar instabilidades, além de não ter a garantia de que os arquivos serão preservados no celular.

Linha Pixel é a primeira a receber a versão de testes do sistema (imagem: Google)

Disponibilidade

De acordo com o Google, o Beta do Android 11 já está disponível para os aparelhos Pixel 2 ou superiores. A empresa informa que aparelhos de outros fabricantes receberão a versão de testes “a partir das próximas semanas”, mas não cita qualquer modelo.

Então, a lista de aparelhos suportados até o momento é a seguinte:

Como instalar

Para participar do programa de testes — lembre-se, o sistema ainda pode apresentar travamentos e instabilidade — é preciso ter um dos aparelhos compatíveis (listados acima) e se cadastrar no Programa Beta Android.

Após a inscrição no Beta, o celular deve passar a receber as versões de teste do Android 11. De acordo com o Google, integrantes do programa podem esperar até oito atualizações ao longo do Beta, que termina com a instalação da versão estável do sistema.

O processo vale mesmo para aparelhos que possuem as prévias de desenvolvimento (DP) do Android 11, que não receberão atualizações automáticas para o Beta.

O Google alerta ainda que para deixar o programa de testes antes do lançamento da versão estável é preciso excluir permanentemente todos os dados salvos localmente no dispositivo. Por isso, pense duas vezes antes de se inscrever para o Beta.

Fonte: Canaltech