Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.094,22 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,95 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    34.434,66
    +101,68 (+0,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,15 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,82 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Anatel tem novos medidores para acompanhar queixas de telefonia móvel

·2 minuto de leitura
Anatel tem novos medidores para acompanhar queixas de telefonia móvel
Anatel tem novos medidores para acompanhar queixas de telefonia móvel

A Anatel fez mudanças no Plano Estratégico da autarquia, com validade de 2015 a 2024. O mais interessante para o consumidor é que o Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações trabalhará com dois novos medidores para acompanhar a satisfação dos consumidores com serviços de banda larga e telefonia móvel — ou seja — em tese ela acompanhará mais de perto as queixas.

A metodologia do cálculo para os novos medidores seguirá a definida no Manual de Aplicação da e Pesquisa de Satisfação e Qualidade Percebida da Anatel, e a Anatel espera divulgar o primeiro relatório deles no primeiro semestre de 2022. Traduzindo a nova decisão administrativa, o órgão está implementando novos medidores de eficiência e satisfação a partir da percepção do mercado consumidor.

Poderão ser considerados dados como queixas de telefonia móvel, avaliações positivas, resolução de problemas, e outros aspectos na relação entre cliente x empresa. Estes servirão para a autarquia entender as práticas de relacionamento das operadoras, e então modernizar suas ações não apenas de mediação, como também de regulamentação do setor.

Anatel busca mais transparência de dados do setor

Além de acompanhar de perto queixas de telefonia móvel e banda larga, a Anatel decidiu pela implementação de outro monitoramento — este envolvendo as práticas de divulgação pública sobre informações do setor. O chamado Percentual de Dados e Informações Setoriais Abertas tem como meta, até 2023, oferecer 84,87% dos dados desta indústria em formato aberto. A realidade, hoje, é de um percentual de 8,4%. Estes dados envolvem extratos e relatórios de planos institucionais.

Vale lembrar, outra iniciativa visando a transparência de dados envolveu a divulgação do Painel de Cobertura Móvel por parte da Anatel. Ela também auxilia a autarquia, segundo comunicado, em novas políticas de inclusão — vez que torna mais “legível” as dificuldades atuais desse mercado, como áreas desassistidas.

O Plano Estratégico da Anatel atualizado com os novos medidores, que consideram queixas e outros para telefonia móvel e banda larga, pode ser conferido na íntegra neste link.

Imagem: Joa_Souza/iStock

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos