Mercado fechado

Carregadores de celular podem ser padronizados pela Anatel; entenda

Carregador: USB-C será em breve a entrada padrão em todo o mundo. Foto: Getty Images.
Carregador: USB-C será em breve a entrada padrão em todo o mundo. Foto: Getty Images.
  • Carregadores: Empresa realizou consulta pública sobre o tema na metade deste ano;

  • Parlamento Europeu recém aprovou a padronização no continente;

  • Apple será a maior afetada, sendo a única fabricante de celulares que não usa a USB-C.

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) está se preparando para adotar a entrada USB-C como padrão de carregamento e conectividade em todos celulares no Brasil. A medida fará com que todos aparelhos de telefonia móvel vendidos no país tenham que vir com esse tipo de entrada.

A princípio a notícia pode vir como grande baque para a Apple e seus consumidores. A marca americana é a maior empresa de tecnologia do mundo a não utilizar o USB-C como padrão, usando uma entrada própria, a Lightning. Atualmente o USB-C supera em taxa de carregamento e transferência de dados a entrada da Apple, que não sabe o que fazer para melhorá-la.

Só que a empresa já previa esse tipo de legislação, uma vez que a União Europeia já trabalhava para tornar o USB-C o novo padrão do continente, tendo na semana passada o Parlamento Europeu, órgão legislativo do bloco econômico, aprovado a proposta.

Segundo a legislação aprovada no Velho Continente, as fabricantes de celulares têm dois anos para se adaptarem e comercializarem aparelhos que tenham a entrada USB-C. A medida não proíbe que os aparelhos tenham também outro tipo de entrada. No entanto, quanto mais entrada um celular tiver, mais exposto seus componentes internos estão para partículas de poeira ou água.

De acordo com analistas e fontes internas da Apple, a gigante americana de tecnologia já planeja abandonar a Lightning no próximo iPhone 15, adotando em toda sua linha mundial o USB-C. Economicamente não faz sentido para a empresa criar dois modelos de iPhones, um mundial com a Lightning, e um para a Europa com o USB-C.

Especialistas apontam que a padronização das entradas irá levar a uma economia no bolso do consumidor, que não precisará se preocupar em comprar novos carregadores caso troque seu smartphone por um de outra empresa, e irá ajudar a reduzir o lixo eletrônico gerado nesses casos.

Por aqui a Anatel ainda está no início dos planos de padronização, tendo realizado uma consulta pública na metade deste ano para debater o assunto. No entanto, a padronização na Europa já será o suficiente para gerar efeitos práticos no mundo inteiro.