Mercado fechará em 3 hs
  • BOVESPA

    107.645,86
    -3.793,51 (-3,40%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.768,13
    -539,58 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,48
    -1,49 (-2,07%)
     
  • OURO

    1.762,60
    +11,20 (+0,64%)
     
  • BTC-USD

    43.862,55
    -3.700,16 (-7,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.097,21
    -37,17 (-3,28%)
     
  • S&P500

    4.332,96
    -100,03 (-2,26%)
     
  • DOW JONES

    33.819,20
    -765,68 (-2,21%)
     
  • FTSE

    6.903,91
    -59,73 (-0,86%)
     
  • HANG SENG

    24.099,14
    -821,62 (-3,30%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    14.938,25
    -387,75 (-2,53%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2791
    +0,0797 (+1,29%)
     

Anatel e Receita Federal apreendem mais de 20 mil TV Boxes piratas em Santos

·1 minuto de leitura

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou, nesta quinta-feira (5) a apreensão de milhares de equipamentos de TV em situação irregular. De acordo com o anúncio, a operação foi feita no Porto de Santos (SP) em conjunto com a Receita Federal do Brasil e resultou no recolhimento de 20 mil TV Boxes piratas.

Segundo os órgãos, a interceptação dos produtos ilegais foi feita na última terça-feira (2) no litoral paulista. A Anatel explica que esses produtos trazem software dedicado para fazer o desbloqueio gratuito de canais de TV por assinatura, prática ilegal no país.

A agência ressalta que o uso de equipamentos de TV adulterados prejudica não só o comércio legal no país, mas também apresenta riscos para a segurança cibernética e física dos usuários. O órgão estatal também reforça que o consumidor de TV Boxes piratas também pode ser enquadrado por contrabando e violação de direitos autorais.

Equipamentos foram apreendidos no Porto de Santos (Imagem: Divulgação/Anatel)
Equipamentos foram apreendidos no Porto de Santos (Imagem: Divulgação/Anatel)

Por fim, a Anatel também destaca o trabalho feito durante o primeiro semestre de 2021 no combate à pirataria. Segundo as informações divulgadas, a agência recolheu cerca de 1,5 milhão de equipamentos de telecomunicação em situação irregular do mercado brasileiro. O órgão destaca que as operações foram feitas em conjunto com outras entidades de fiscalização do país.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos