Mercado fechado

Analista prevê que Apple venderá cerca de 85 milhões de iPhones em 2020

Rafael Rodrigues da Silva

Nesta segunda-feira (13) o famoso analista Ming-Chi Kuo, especializado em previsões envolvendo a Apple, publicou quais são as suas expectativas para o 2020 da empresa, cujas tendências indicam que ela deverá lançar seus primeiros modelos com suporte à redes 5G.

Ainda que existam algumas conversas sobre a empresas lançar os primeiros iPhones com 5G apenas em 2021, Kuo refuta essas indicações e afirma que, já neste ano, a empresa deverá lançar quatro modelos de iPhone 5G, e que eles deverão vender, somados, entre 80 e 85 milhões de unidades em todo o mundo - abaixo da previsão feita por analistas de Wall Street em novembro, que esperavam uma venda de 100 milhões de unidades dos novos iPhones em 2020.

O analista afirma que dois desses modelos serão lançados em setembro e que, enquanto na maior parte do mundo eles só darão suporte à redes 5G do tipo sub-6 GHz, em cinco países específicos (Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, Japão e Coréia do Sul) eles também funcionarão com redes do tipo mmWave. A diferença entre essas duas redes é que, enquanto a mmWave permite velocidades de download maiores, as redes sub-6 GHz possuem uma maior área de cobertura.

Kuo ainda afirma que os outros dois iPhones (que seriam os modelos de menor orçamento) dariam suporte apenas às redes do tipo sub-6 GHz. Além disso, qualquer dos quatro modelos que forem lançados em países que ainda não possuam uma estrutura de 5G organizada ou em desenvolvimento (como é o caso do Brasil), a empresa lançará versões sem o modem 5G, como forma de diminuir os custos de produção. O que faz todo sentido por aqui, onde os smartphones da Apple já são bem caros sem esse recurso.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: