Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.177,55
    -92,52 (-0,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    55.164,01
    +292,65 (+0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,15
    +0,14 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.930,00
    0,00 (0,00%)
     
  • BTC-USD

    23.014,96
    -2,41 (-0,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    523,89
    -3,30 (-0,63%)
     
  • S&P500

    4.060,43
    +44,21 (+1,10%)
     
  • DOW JONES

    33.949,41
    +205,57 (+0,61%)
     
  • FTSE

    7.761,11
    +16,24 (+0,21%)
     
  • HANG SENG

    22.566,78
    +522,13 (+2,37%)
     
  • NIKKEI

    27.362,75
    -32,26 (-0,12%)
     
  • NASDAQ

    12.047,50
    -59,25 (-0,49%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5231
    -0,0157 (-0,28%)
     

Anac vai endurecer regras para barulho em aeroporto

SÃO PAULO, SP, 22/12/22 -  Aeroporto de Congonhas.  (Foto: Karime Xavier/Folhapress)
SÃO PAULO, SP, 22/12/22 - Aeroporto de Congonhas. (Foto: Karime Xavier/Folhapress)

SÃO PAULO, SP, E RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) vai endurecer as regras para o barulho nos aeroportos brasileiros.

Hoje, para gerenciar os ruídos aeronáuticos, os terminais seguem um guia orientativo, ou seja, que não tem caráter obrigatório. A agência vai transformar o manual em um IS (Instrumento Suplementar), que funciona como uma norma.

A consulta setorial, que vai receber propostas de um novo regulamento, acaba de ser aberta e vai até 27 de fevereiro.

O formulário para sugestões disponibilizado pela Anac pode ser preenchido por qualquer pessoa, mas o público-alvo são empresas aéreas, fabricantes e outros representantes do setor.

Segundo a Anac, a decisão de transformar o guia em um IS segue recomendação da OACI (Organização da Aviação Civil Internacional).