Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.914,01
    -187,98 (-0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.468,96
    -1.039,39 (-1,98%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,81
    -0,74 (-0,86%)
     
  • OURO

    1.830,10
    -12,50 (-0,68%)
     
  • BTC-USD

    38.061,74
    -4.644,48 (-10,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    891,49
    +648,81 (+267,35%)
     
  • S&P500

    4.400,84
    -81,89 (-1,83%)
     
  • DOW JONES

    34.297,23
    -418,16 (-1,20%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.528,75
    -312,25 (-2,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1836
    +0,0535 (+0,87%)
     

Anac aprova edital de concessão da 7ª rodada de aeroportos

·1 min de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou nesta terça-feira que sua diretoria aprovou as minutas do edital da 7ª rodada de concessão de aeroportos, que incluirá os cobiçados terminais de Congonhas (SP) e Santos Dumont (RJ).

O processo segue agora para a análise do Tribunal de Contas da União (TCU).

Os 16 aeroportos serão concedidos em três blocos e o valor mínimo de outorga somado chegam a 905,8 milhões de reais. E os projetos devem envolver investimentos totais ao redor de 19,1 bilhões de reais. O leilão deve acontecer no primeiro semestre de 2022.

Um dos blocos é composto pelos aeroportos de Congonhas e Campo de Marte (SP); Campo Grande, Corumbá, Ponta Porã (MS), Santarém, Marabá, Parauapebas e Altamira (PA). Este tem outorga mínima de 525,2 milhões de reais e investimento esperado para todo o contrato é de 11,4 bilhões de reais.

O segundo bloco tem os aeroportos Santos Dumont e Jacarepaguá (RJ); Montes Claros, Uberlândia e Uberaba (MG). Para este conjunto o lance inicial é de 324 milhões de reais, com investimento estimado na concessão de 5,8 bilhões de reais.

O terceiro e último tem os aeroportos de Belém (PA) e Macapá (AP), com outorga inicial de 56,6 milhões de reais e estimativa de investimento de 1,9 bilhão de reais.

A rodada prevê que um mesmo interessado poderá arrematar os três blocos.

(Por Aluísio Alves; edição de André Romani)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos