Mercado abrirá em 2 h 42 min
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,63 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,59 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,35
    -1,62 (-2,25%)
     
  • OURO

    1.759,80
    +8,40 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    45.095,35
    -2.918,30 (-6,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.123,64
    -101,89 (-8,31%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,42 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.853,46
    -110,18 (-1,58%)
     
  • HANG SENG

    24.099,14
    -821,62 (-3,30%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.167,00
    -159,00 (-1,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1890
    -0,0104 (-0,17%)
     

Ana Thaís critica falha de goleira da Seleção feminina na Olimpíada: 'Responsabilidade da técnica Pia'

·1 minuto de leitura


A Seleção Brasileira feminina empatou com a seleção holandesa em 3 a 3 pelo segundo jogo na Olimpíada de Tóquio. Depois de ser elogiada na estreia dos Jogos Olímpicos, contra a China, a goleira Bárbara foi alvo de críticas por falhas na partida deste sábado. Para a comentarista da Globo Ana Thaís Matos, a camisa 1 do Brasil é uma aposta da técnica da Seleção feminina: "Joga no risco".

+ Jogos Olímpicos: Veja a classificação do grupo brasileiro no futebol feminino

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

+ ATUAÇÕES: Brasil é superior contra a Holanda, mas fica no empate

- Bárbara é responsabilidade completa da Pia Sundhage. Fez um bom jogo na estreia, mas joga no risco sempre. Eu imagino que ela fica chateada com a críticas e respeito muito, mas esse é o patamar do futebol feminino hoje. Ainda tenho esperança que ela faça a diferença numa classificação. Hoje falhou - comentou Ana Thaís pelo Twitter.

Bárbara levou a culpa pelo segundo gols do elenco holandês. A transmissão da partida na Globo ainda chamou a atenção por outros motivos. Em uma das melhores partidas dos Jogos Olímpicos de Tóquio até o momento, Brasil e Holanda ficaram no empate, em Miyagi, no Japão, pela segunda rodada do Grupo F do futebol feminino. Marta, Debinha e Ludmilla marcaram os gols da Seleção Brasileira, enquanto Miedema (2) e Janssen fizeram os gols das holandesas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos