Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    47.834,46
    -758,47 (-1,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.282,75
    -226,75 (-1,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Anúncio de hacker levanta suspeita sobre vazamento de cartões de crédito de 12 milhões de brasileiros

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO. Um anúncio de um hacker na manhã desta quinta-feira num fórum virtual levantou suspeita de especialistas sobre um novo vazamento de informações de cartões de créditos e CPFs.

Os dados foram colocados à venda por US$ 50 mil e estariam relacionados a 12 milhões de brasileiros. De acordo com a postagem, as informações teriam sido roubadas de bases de dados ainda este mês relacionadas a um site chamado Eduzz.

O caso foi publicado pelo jornal o Estado de S.Paulo e confirmado pelo GLOBO. A página onde as informações foram publicadas é a mesma onde foram anunciadas informações em outro grande vazamento em janeiro, quando foram expostas informações de mais de 200 milhões de CPFs.

Segundo o fundador da empresa de cybersegurança Syhunt, Felipe Daragon, o hacker disponibilizou uma parte menor das amostras com informações de senhas e dados pessoais de algumas pessoas, mas não é possível saber se os dados estão completos.

-Nas amostras há uma série de senhas e indícios que reforçam as nossas suspeitas sobre um possível vazamento. Se isso se confirmar é preocupante, já que estamos falando de um número significativo de pessoas que podem ser prejudicadas - afirma Daragon.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos