Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.796,58
    +937,71 (+0,88%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.929,23
    +323,67 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,82
    +2,33 (+3,35%)
     
  • OURO

    1.786,10
    +6,60 (+0,37%)
     
  • BTC-USD

    50.569,31
    +1.430,73 (+2,91%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.303,69
    -17,59 (-1,33%)
     
  • S&P500

    4.677,85
    +86,18 (+1,88%)
     
  • DOW JONES

    35.670,27
    +443,24 (+1,26%)
     
  • FTSE

    7.339,90
    +107,62 (+1,49%)
     
  • HANG SENG

    23.983,66
    +634,28 (+2,72%)
     
  • NIKKEI

    28.455,60
    +528,23 (+1,89%)
     
  • NASDAQ

    16.287,00
    +444,25 (+2,80%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3293
    -0,0943 (-1,47%)
     

Análise: vitória do Palmeiras traz duas grandes notícias há um mês da final da Libertadores

·2 min de leitura

Faltando pouco mais de um mês para a final da Libertadores, o Palmeiras, aos poucos, vai reencontrando o caminho das vitórias. Nesta segunda-feira, bateu o Sport por 2 a 1 no Allianz Parque, mas a boa notícia vai além do resultado. O técnico Abel Ferreira está conseguindo resgatar duas peças que podem ser decisivas diante do Flamengo, no dia 27 de novembro, em Montevidéu: o meia Gustavo Scarpa e o atacante Luiz Adriano.

Antes, porém, precisa tomar cuidado com a desatenção. Um contra-ataque, e aos três minutos o Sport já estava em vantagem no placar: após roubada de bola, Luciano Juba foi lançado em profundidade, cruzou e viu Leandro Barcia chegar pela direita para finalizar e fazer 1 a 0, após a confirmação do VAR. Diante do Flamengo, ainda mais em uma final de Libertadores, pode custar (muito) caro.

É difícil fazer qualquer análise tática sobre a postura das equipes após o tento porque tudo fluiu de maneira pouco natural. O Sport se retrancou e o Palmeiras administrou a partida em um ataque contra a defesa. Mas individualmente, Scarpa e Luiz Adriano se mostraram boas opções.

Inicialmente, Abel seguiu com a opção pelas bolas em velocidade com Rony e Dudu — que levaram perigo, é verdade —, mas que em determinado momento se mostraram exageradas. A sensação de que faltava repertório foi evidente. Até que o segundo ponto de mudança entrou em campo: Gustavo Scarpa.

O meia foi um poço de criatividade que estava faltando nesta equipe do Palmeiras. Responsável por organizar jogadas, acertar bons passes e arriscar finalizações. Scarpa estar no banco com tantos atletas tendo caído de produção é algo que só Abel Ferreira pode explicar. Nesta segunda-feira, mostrou que ele pode ser importante em Montevidéu.

Scarpa, aliás, é o jogador da Série A com mais passes pra gol na temporada: 17 no total. O garçom deu assistência para Luiz Adriano marcar e só não teve a da virada de Felipe Melo computada porque Willian desviou no meio do caminho. Ainda sim, teve papel fundamental na vitória. Veja a lista de líderes de assistências da temporada:

Gustavo Scarpa - 17Artur - 14Arrascaeta e Vitinho (Flamengo) - 13Hulk - 12

Aliás, Luiz Adriano ter marcado é o terceiro ponto importante para o Palmeiras. Nesta equipe que sente a falta de um finalizador, tê-lo de volta marcando gols é fundamental. Receber os aplausos da torcida ao ser substituído também é importante.

Falta um mês para a final da Libertadores e o Palmeiras tem problemas de sobra. Ainda sim, há a sensação de que um caminho está sendo traçado. Se vai dar certo ou não, fica a cargo de Abel Ferreira e da execução dos jogadores.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos