Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    34.086,28
    +639,37 (+1,91%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Análise: Vasco vence primeira na Série B ao se livrar de verdades absolutas

·2 minuto de leitura

O Vasco venceu o Brasil, sua primeira vitória nesta Série B, ao se livrar de algumas verdades absolutas que criou para si ainda no começo da temporada. Foi tudo muito precoce na formação desse time, cujo azar foi se enganar pela vitória sobre o Flamengo, e que agora pena para jogar bem na temporada.

A prioridade no time aos reforços contratados, quase todos com um perfil relativamente parecido, de nomes conhecidos em baixa, seja por motivos de lesão, ou por decadência técnica, precisa ser revista.

Riquelme entrou no segundo tempo da partida e participou da melhora da equipe quando ela já estava atrás no placar. O garoto é tido como promissor desde os tempos da base, mas é preterido por Zeca, destro que joga na esquerda, e neste sábado começou no banco para Michel, volante versátil, mas longe de seu auge físico.

Experiência é importante, mas não é suficiente em uma competição de grande intensidade como a Segunda Divisão. É preciso ter jogadores em campo com explosão para arrancar com a bola, romper linhas. Juninho, apesar de todos os problemas, tem essa capacidade, mas pareceu por muito tempo ser das últimas opções para Marcelo Cabo.

Daniel Amorim é o patinho feio das contratações, centroavante sem grife que veio do Tombense com a missão de substituir Cano quando for preciso ou para aumentar a presença na área, quando o Vasco estiver desesperado atrás de um gol. Foi o que aconteceu em Pelotas neste sábado, mas o jogador mostrou boa movimentação também fora da área. Pode ser olhado com mais carinho para ser uma opção de início de jogo.

O Vasco respira aliviado depois da primeira vitória na Série B e dá mais tranquilidade para Marcelo Cabo trabalhar. O técnico tem a missão de tirar mais desse time e pode fazê-lo menos preso a convicções que chegaram antes da hora. Esse processo de reconstrução já está acontecendo. Mas ainda tem mais que pode ser refeito. O miolo da defesa segue ruim, com Ernando e Ricardo Graça em péssima fase.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos