Mercado fechado
  • BOVESPA

    119.554,76
    -3.409,25 (-2,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.786,87
    -868,42 (-1,75%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,77
    +0,49 (+0,75%)
     
  • OURO

    1.820,40
    -15,70 (-0,86%)
     
  • BTC-USD

    54.422,84
    -2.245,12 (-3,96%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.468,19
    -95,64 (-6,12%)
     
  • S&P500

    4.062,90
    -89,20 (-2,15%)
     
  • DOW JONES

    33.587,07
    -682,09 (-1,99%)
     
  • FTSE

    7.004,63
    +56,64 (+0,82%)
     
  • HANG SENG

    28.231,04
    +217,23 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    28.147,51
    -461,08 (-1,61%)
     
  • NASDAQ

    12.986,75
    -359,25 (-2,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4038
    +0,0584 (+0,92%)
     

Análise: Flamengo descobre 'reforço' para estreia na Libertadores

Bruno Marinho
·2 minuto de leitura

Aparentemente a partida deste sábado na Ilha do Governador serviria apenas para definir os semifinalistas do Carioca. Mas Rogério Ceni deixou o estádio da Portuguesa, onde o Flamengo empatou com os donos da casa por 2 a 2, com uma boa notícia: Pedro está bem para ser um reforço importante na estreia do rubro-negro na Libertadores, terça-feira, contra o Vélez Sarsfield, na Argentina.

Foram dele os dois gols que empataram o duelo, depois de a Lusinha ser melhor no primeiro tempo e descer para o vestiário com 2 a 0 a favor no placar. Pedro atuou pela primeira vez desde uma lesão na coxa esquerda, no fim de março.

Em tempos de Flamengo tão hegemônico no futebol brasileiro, seria estranho vê-lo perder duas partidas seguidas — a primeira foi quinta-feira, para o Vasco. Com reservas em campo, o time de Rogério Ceni teve muitas dificuldades para furar a boa defesa da Lusa, a menos vazada do Carioca.

Pouco compacto, o Flamengo dava espaços para a Portuguesa sair do campo de defesa e rapidamente chegar ao ataque, acionando especialmente Chay. Em uma dessas subidas, a equipe trocou passes na entrada da área do Flamengo até que Mauro Silva recebeu bola açucarada. A batida entrou no ângulo de Hugo Moura.

Romarinho ainda ampliou a vantagem da equipe da Ilha do Governador. Mas faltou perna para manter o mesmo nível de dedicação na defesa depois do intervalo. O Flamengo começou a encontrar mais espaços. Aos 10 minutos, Michael cruzou e Pedro escorou de primeira: 2 a 1 Portuguesa.

O empate viria depois, novamente com Pedro, em finalização com estilo. Ele mostrou a Rogério Ceni que, em Buenos Aires, se a situação ficar complicada, o treinador poderá contar com o reserva de luxo na Libertadores.

Com o resultado, o Flamengo assumiu a liderança da Taça Guanabara e a Portuguesa seguiu em quarto. O rubro-negro, o Voltaço e o Tricolor já estão nas seminais do Carioca. Falta uma rodada para o fim da fase.