Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.348,80
    -3.132,20 (-2,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.892,28
    -178,62 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    51,80
    -0,56 (-1,07%)
     
  • OURO

    1.822,10
    -7,80 (-0,43%)
     
  • BTC-USD

    35.949,83
    +15,67 (+0,04%)
     
  • CMC Crypto 200

    700,72
    -34,42 (-4,68%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.735,71
    -66,25 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    28.485,17
    -88,69 (-0,31%)
     
  • NIKKEI

    28.262,26
    -256,92 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    12.748,25
    -54,00 (-0,42%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3852
    -0,0074 (-0,12%)
     

Análise | Astro A03 cumpre tudo o que promete, mas preço é empecilho

Felipe Ribeiro
·5 minuto de leitura

A experiência com produtos voltados para o público gamer costuma ser bem variada. São muitas opções, marcas e níveis de desempenho, que, por vezes, podem confundir o consumidor e atrapalhá-lo na hora de fazer com que ele escolha o item que mais lhe atenda. Quando fechamos o cerco e pensamos nos fones de ouvido, isso se torna ainda mais crítico.

Os fones e headsets gamers podem, eventualmente, servirem para atividades como ouvir músicas e filmes, mas seu foco, claro, é na jogatina. Os drivers desses produtos são pensados, sobretudo, para aquelas pessoas que precisam ouvir o que se passa no jogo, mas que também possam conversar com seus companheiros de equipe ou adversários.

Em um primeiro momento, ao olhar para o Astro A03, muitas dúvidas pairam no ar, sobretudo por pensarmos que a função de um fone gamer é justamente a de aliar o bom som do game com uma conversa limpa nos chats. Quando começamos a utilizá-lo, tudo isso pôde ser feito com maestria, fazendo com que não apenas essas dúvidas fossem sanadas, mas também eliminando qualquer confusão na hora de escolhê-lo como seu fone único.

Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech
Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech

Tudo isso, claro, tem um preço.

Por melhor que o Astro A03 seja, ele é bem caro, ultrapassando a marca dos R$ 600. Portanto, ter em um só produto vários universos possíveis pode te trazer um rombo na carteira, mas, certamente, a tranquilidade de se ter um produto acima da média.

O Canaltech teve a chance de passar um tempo com o Astro A03 e vai te dar os detalhes da experiência de uso.

Premium, de fato

A Logitech fez um belo trabalho com o Astro A03. A linha gamer da empresa conta com requintes premium e isso pode ser percebido logo ao abrir a caixa e tocar nos fones. Seu acabamento em alumínio dá um ar mais sofisticado e, ao mesmo tempo, exala qualidade e durabilidade. Para quem é um pouco mais desastrado com o fone, a jornada pode ser bem tranquila.

Os fios também são outro ponto positivo do A03. Seu formato reto e emborrachado garante que possamos dobrá-lo sem maiores problemas, preservando regiões vitais do acessório, como a base conectora e os próprios fones.

Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech
Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech

O formato intrauricular, por sua vez, garante uma enorme sensação de conforto, já que, além de ser bem projetado, pode ser adaptado com uma das três conchas de borracha que acompanham o kit do A03. Na caixa, aliás, além do periférico, manuais e das borrachas, há uma bolsinha para que o usuário possa guardar seus fones e um adesivo.

Imersão completa

A aparência do Astro A03 é elogiável e seu acabamento de primeira, mas ele brilha mesmo é no uso. A Logitech fez um trabalho primoroso com seu fone de ouvido gamer e merece todos os elogios por isso. A experiência com ele foi a melhor possível.

De acordo com a marca, seus drivers de são separados de modo a proporcionar conforto e boa qualidade de áudio mesmo em meio a jogos barulhentos e com o chat a todo o vapor. O driver de 5,8 mm é responsável pelo que ouvimos no papo, já o de 9,2 mm trabalha para trazer o que ouvimos dentro dos games. Com essas características, usar o Astro 03 durante horas não traz maiores desconfortos, sejam eles físicos ou clínicos.

Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech
Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech

Em jogos de tiro, por exemplo, suas valências ficam ainda mais evidenciadas. A imersão é completa e mesmo com seu pequeno tamanho, o som tem um volume bem interessante, com as notas mais graves aparecendo um pouco mais, o que é normal em produtos gamers.

Algo interessante, porém, acontece em games com "narração", mais especificamente de esporte como FIFA 21 e NFL Madden 21. A voz dos narradores pode, claramente, ser sentida nos drivers alocados para o chat, não fazendo parte do que ouvimos no jogo como um todo. Não chega a atrapalhar, mas não é neste tipo de game que o A03 se destaca. Já em jogos como corrida e luta, o desempenho é digno de headsets até mais caros.

Para ouvir música, porém, o Astro A03 não é recomendado, já que, justamente pelos tons mais graves serem destacados, alguns estilos musicais ficam seriamente comprometidos ao ouvido, como rock clássico e metal. Nas músicas pop e eletrônica, o Astro A03 vai bem.

Seu isolamento acústico também é digno de nota. Em diversos momentos durante os testes, eu mal sabia quem estava ao meu redor e, em muitas vezes, as pessoas precisavam me cutucar para que eu percebesse que estavam me chamando. Cachorros e outros ruídos também não ultrapassam os limites do fone. Ser intrauricular, claro, ajuda, mas é notório o bom trabalho da Logitech com o A03.

Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech
Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech

Por fim, seu microfone omnidirecional transmite um som limpo e sem ruídos, captando muito bem o que falamos, sem interferências. Isso vale não apenas para os jogos, mas também para chamadas de áudio e vídeo, muito comuns nessa época de pandemia. Os controles de volume, por sua vez, são bem localizados e podem ser acessados sem maiores problemas, mesmo quando estamos em movimento e utilizando os fones em algum dispositivo mobile.

Vale a pena, mas custa caro

O Astro A03 é um fone de ouvido que cumpre absolutamente tudo o que promete. Com a proposta de ser um produto premium, seu acabamento é excelente e transparece toda essa ideia com maestria, sendo uma boa aquisição estética para qualquer setup. Já na qualidade de som, sobretudo nos jogos mais imersivos, o periférico pode ser considerado um dos melhores do mercado.

O problema, contudo, é que para um produto com foco específico em jogos, desprender de mais de R$ 600 para adquiri-lo pode espantar potenciais consumidores. De todo modo, vale, sim, a pena ter um Astro A03.

No Canaltech, o Astro A03 utilizado nesta análise foi gentilmente cedido pela Logitech do Brasil.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: