Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.423,87
    +1.410,40 (+1,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.640,93
    -182,30 (-0,35%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,29
    -0,67 (-0,77%)
     
  • OURO

    1.840,70
    -2,50 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    42.816,21
    +916,02 (+2,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.017,70
    +22,44 (+2,25%)
     
  • S&P500

    4.526,42
    -6,34 (-0,14%)
     
  • DOW JONES

    35.034,99
    +6,34 (+0,02%)
     
  • FTSE

    7.585,01
    -4,65 (-0,06%)
     
  • HANG SENG

    24.952,35
    +824,50 (+3,42%)
     
  • NIKKEI

    27.772,93
    +305,70 (+1,11%)
     
  • NASDAQ

    15.032,25
    -1,25 (-0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1370
    -0,0304 (-0,49%)
     

Análise: Após ano perdido, Pedro deve refletir sobre vida no Flamengo

·2 min de leitura

Antes da análise, o fato: Pedro teve um 2021 perdido no Flamengo. O atacante não conseguiu reverter sua condição de reserva de Gabigol. Acontece, o competidor é de respeito. Mas ele também não conseguiu jogar pela seleção brasileira. Convocado para os Jogos de Tóquio, não foi liberado pelo clube. Engoliu seco. Seguiu a serviço do rubro-negro, sem muitos sorrisos, como na partida desta sexta-feira, contra o Sport.

Seus números individuais estão estáveis. Ao se lesionar em 2021, jogou menos e fez menos gols do que em 2020, mas a média segue a mesma: 0,4 gol por partida. Com mais assistências este ano, participou de mais gols, o que é bom. O cruzamento para o arremate de Michael, na Arena Pernambuco, foi dele.

O que chamou a atenção, quando a câmera focou no autor do gol, foi a ausência de Pedro da comemoração. Geralmente, quem dá o passe é o primeiro a correr para abraçar o finalizador. Mas Michael seguiu só. Viu outros companheiros chegarem perto, sem grande efusividade, afinal, era quase um amistoso. Mas Pedro não apareceu.

Não dá para especular sobre os motivos. O que é possível afirmar sem errar: Pedro teve um ano perdido no Flamengo em 2021 e as dificuldades para jogar podem seguir iguais caso Gabigol continue no time da Gávea.

Aos 24 anos, Pedro sabe que é um jogador que agrada muito o técnico Tite. Mas certamente é um dos últimos da fila para ser convocado para a Copa do Mundo do Qatar. Sem jogar regularmente no Flamengo, é quase impossível ser lembrado.

Pedro não precisa jogar sorrindo. Mas é melhor estar em campo tendo motivos para isso do que o contrário. O Flamengo paga bem, em dia, tem estrutura de primeiro mundo, dá a certeza de briga por todos os títulos possíveis. Jogar pelo rubro-negro é provavelmente o emprego dos sonhos do atacante. Mas talvez não seja o emprego que realizará os sonhos de todo atacante: ser o artilheiro, defender sua seleção.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos