Mercado abrirá em 4 h 9 min
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,96 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,60 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,53
    -0,09 (-0,08%)
     
  • OURO

    1.840,70
    +10,40 (+0,57%)
     
  • BTC-USD

    21.404,68
    +1,60 (+0,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    466,90
    +13,00 (+2,86%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,28 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.269,07
    +60,26 (+0,84%)
     
  • HANG SENG

    22.229,52
    +510,46 (+2,35%)
     
  • NIKKEI

    26.871,27
    +379,30 (+1,43%)
     
  • NASDAQ

    12.231,00
    +90,50 (+0,75%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5367
    -0,0157 (-0,28%)
     

Amor ou cilada? Mulher seduz homens e aplica golpe do Pix

Golpe do Pix: uma das vítimas perdeu quase todo o salário de R$ 1,2 mil
Golpe do Pix: uma das vítimas perdeu quase todo o salário de R$ 1,2 mil

(Getty Images)

  • Mulher é acusada de seduzir homens e aplicar golpe do Pix;

  • Ela foi indiciada nesta terça-feira (14) pela Polícia Civil do Distrito Federal;

  • Golpista fazia falsas promessas amorosas e sexuais.

Uma mulher foi acusada de cometer estelionato amoroso por seduzir homens pela internet e fazer com que eles transferissem dinheiro, via Pix, para sua conta. Ela foi indiciada, nesta terça-feira (14), pela Polícia Civil do Distrito Federal.

Uma das vítimas perdeu quase todo o salário de R$ 1,2 mil. A criminosa fazia falsas promessas amorosas e sexuais pelo WhatsApp e Instagram e chegou até a propor relações a três com uma suposta amiga. Entretanto, para desfrutarem de tudo que ela propunha, os homens eram obrigados a arcar com custos de beleza, fantasias eróticas, transporte e outros por meio de transferências.

Em uma das mensagens, a vítima oferece R$ 140 para ela ir ao salão de beleza, mas a jovem rejeita o valor e solicita R$ 200. Em outro caso, ela cobra R$ 159 para fazer bronzeamento artificial.

"Um trabalhador, que ganhava salário mínimo [R$1,2 mil], chegou a perder praticamente a renda mensal, acreditando em tais promessas. Ao ver que a fonte havia 'secado', a mulher findou os diálogos de forma abrupta", explica ao g1 o delegado-chefe da 13ª Delegacia de Polícia, em Sobradinho.

Além desses métodos, a golpista também fazia ameaças a quem se recusasse transferir as quantias. Uma das vítimas leu que teria fotos íntimas divulgadas caso o pagamento não fosse realizado.

"São mulheres de boa aparência, com perfis em redes sociais, que se utilizam de todas as artimanhas para seduzir e arrancar dinheiro dos homens mais incautos [ingênuos]", explica o delegado. Segundo ele, as vítimas ficam com vergonha de denunciar o caso após descobrirem que haviam caído em uma cilada.

O nome da suspeita não foi divulgado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos