Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.591,41
    -172,59 (-0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.435,45
    +140,65 (+0,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,26
    +0,50 (+0,45%)
     
  • OURO

    1.820,20
    -1,00 (-0,05%)
     
  • BTC-USD

    20.314,42
    -514,85 (-2,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    439,95
    -10,11 (-2,25%)
     
  • S&P500

    3.821,55
    -78,56 (-2,01%)
     
  • DOW JONES

    30.946,99
    -491,31 (-1,56%)
     
  • FTSE

    7.323,41
    +65,09 (+0,90%)
     
  • HANG SENG

    22.418,97
    +189,47 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    26.786,16
    -263,31 (-0,97%)
     
  • NASDAQ

    11.688,25
    +14,00 (+0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5436
    -0,0005 (-0,01%)
     

AMGTA publica processo para transportar e reciclar com segurança condensado de pó metálico

Processo exclusivo, desenvolvido pela KBM Advanced Materials e Sintavia, passiva condensado de metal em uma resina removível, permitindo transporte e reciclagem seguros

HOLLYWOOD, Flórida, June 21, 2022--(BUSINESS WIRE)--A Additive Manufacturer Green Trade Association (AMGTA), organização global criada para promover os benefícios ambientais da manufatura aditiva (MA), anunciou hoje que publicou um relatório destacando os requisitos para passivar resíduos de condensado metálico para transporte e reciclagem. O novo processo, desenvolvido pela Sintavia, membro da AMGTA, e pela KBM Advanced Materials, envolve misturar resíduos de condensado de pó com uma resina removível, que torna os resíduos perigosos e despacháveis para uma usina de reciclagem.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20220620005574/pt/

"O relatório de hoje é uma leitura obrigatória para qualquer empresa envolvida na manufatura aditiva de metais de fusão em leito de pó a laser", afirmou Sherri Monroe, diretora executiva da AMGTA. "Este novo processo não apenas reduz os custos de transporte, mas também é reversível, o que significa que empresas de reciclagem de metais podem ter acesso sem sujeiras ao pó básico uma vez recebido – permitindo assim a reciclagem de resíduos que antes precisavam ser colocados em um aterro de resíduos perigosos".

"Espero que outras empresas adotem este novo processo, pois ele reduzirá os custos com transporte já que o material subjacente deixa de ser perigoso", disse Brian Neff, presidente do conselho da AMGTA e diretor executivo da Sintavia. "Este relatório é um excelente exemplo do papel de liderança que a AMGTA está assumindo ao desenvolver práticas de uso sustentável para a manufatura aditiva".

O condensado metálico, termo usado para fuligem e pó em excesso expelidos de uma placa de construção durante o processo de manufatura aditiva de fusão em leito de pó, era anteriormente tratado como um material perigoso e descartado como tal a um custo muito alto.

O relatório completo pode ser acessado em https://amgta.org/resources.

Sobre a AMGTA

A AMGTA foi fundada em novembro de 2019 para promover os benefícios ambientais da manufatura aditiva (MA) em comparação com os métodos tradicionais de manufatura. A AMGTA é uma organização não comercial e sem vínculos, aberta a qualquer fabricante que adote o método aditivo ou parte interessada do setor que atenda a certos critérios relacionados à sustentabilidade de produção ou processo. Para mais informações, entre em contato com Sherri Monroe pelo telefone +1 954.308.0888 ou acesse www.amgta.org.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Ver a versão original em businesswire.com: https://www.businesswire.com/news/home/20220620005574/pt/

Contacts

Sherri Monroe, +1 954 308.0888

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos