Mercado fechado
  • BOVESPA

    104.466,24
    +3.691,67 (+3,66%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.927,38
    +920,22 (+1,84%)
     
  • PETROLEO CRU

    67,23
    +1,66 (+2,53%)
     
  • OURO

    1.769,90
    -14,40 (-0,81%)
     
  • BTC-USD

    56.941,07
    -31,99 (-0,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.450,10
    +11,22 (+0,78%)
     
  • S&P500

    4.577,10
    +64,06 (+1,42%)
     
  • DOW JONES

    34.639,79
    +617,75 (+1,82%)
     
  • FTSE

    7.129,21
    -39,47 (-0,55%)
     
  • HANG SENG

    23.788,93
    +130,01 (+0,55%)
     
  • NIKKEI

    27.753,37
    -182,25 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    16.007,00
    +137,25 (+0,86%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3850
    -0,0618 (-0,96%)
     

Americanas tem lucro de R$241 mi no 3º tri incluindo efeito de tributário

·1 min de leitura
Logomarca da loja Americanas é vista no Rio de Janeiro, Brasil

(Acrescenta moeda no título sem alterações no texto)

SÃO PAULO (Reuters) - A Americanas divulgou nesta quinta-feira lucro líquido de 240,6 milhões de reais valor, forte alta ante os 36 milhões do mesmo período de 2020, quando se inclui na conta efeitos tributários na base de cálculo do PIS/Cofins.

Excluindo este efeito, o resultado recorrente da companhia na realidade foi um prejuízo de 6 milhões de reais. Analistas, em média, esperavam que a companhia tivesse prejuízo líquido de 12,6 milhões de reais entre julho e o fim de setembro, segundo dados da Refinitv.

A Americanas, resultado da fusão dos ativos da Lojas Americanas com a controlada B2W, teve crescimento de venda bruta total no conceito GMV de 12,9 bilhões de reais no trimestre passado, expansão de 23,8% sobre o mesmo período do ano passado.

A concorrente Via divulgou na noite da véspera um crescimento de GMV total de 5,7% no trimestre, pressionado pela queda de 14,3% no desempenho de lojas físicas, enquanto as vendas digitais, tiveram um crescimento de 34,7%.

A Americanas apurou um resultado operacional medido pelo Ebitda ajustado de 743 milhões de reais no terceiro trimestre, praticamente estável ano a ano. A margem, porém, caiu 2,5 pontos, para 11,8%. Analistas, segundo a Refinitiv, esperavam Ebitda de 604,5 milhões de reais para a companhia no período.

A receita líquida cresceu 21,5% no período, para cerca de 6,3 bilhões de reais.

A companhia terminou setembro com uma posição de caixa líquido de 3 bilhões de reais.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos