Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,17 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,14 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -2,65 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.877,70
    -53,10 (-2,75%)
     
  • BTC-USD

    23.328,03
    -62,60 (-0,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,42
    -1,43 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,93 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.616,50
    -230,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5385
    +0,0488 (+0,89%)
     

Americanas não descarta demissões em comunicado a funcionários

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Funcionários da Americanas receberam comunicado nesta quinta-feira (19) com informações sobre pagamento de salários e corte de empregos.

O texto, escrito em formato de perguntas e respostas, não descarta demissões.

"Haverá demissões? Neste momento, a companhia está focada na manutenção das operações. Um plano estratégico de otimização dos recursos está em andamento para que decisões que garantam a sustentabilidade da companhia tenham efeitos em curto prazo. Em processos como esse, é comum que haja reestruturação."

Outra pergunta que preocupa os funcionários, o pagamento de salários, também não dá resposta afirmativa direta.

"Os salários serão pagos? A lei prevê que os salários sejam pagos normalmente durante o período em que a empresa estiver em recuperação judicial."

Procurada pelo Painel S.A., a Americanas não se manifestou.

Segundo Ricardo Patah, presidente do Sindicato dos Comerciários, a resposta da empresa foi dada após o questionamento de funcionários.