Mercado abrirá em 5 h 51 min

AMD Ryzen 7020 "Mendocino" estreia trazendo GPUs RDNA 2 a laptops básicos

Após meses de teasers e divulgação de detalhes técnicos, a AMD lançou oficialmente nesta semana a família Ryzen 7020 "Mendocino", nova linha de processadores de entrada destinada a notebooks mais básicos. Os componentes se destacam por combinar CPU com núcleos Zen 2 e GPU integrada RDNA 2, além de múltiplos recursos modernos, buscando oferecer uma experiência mais consistente e maior potência para laptops de baixo custo.

A família Ryzen Mendocino é a primeira a chegar ao mercado adotando o novo sistema de nomenclatura da AMD para CPUs mobile — analisando o número da linha, temos 7 (ano do lançamento, no caso 2022/2023), 0 (muda para indicar o modelo do chip. Ex.: 3 para Ryzen 3, 5 para Ryzen 5), 2 (indica a microarquitetura do núcleo, no caso Zen 2) e 0 (usa-se 0 e 5 para apontar o conjunto de recursos, mais básicos por aqui). Os lançamentos também utilizarão a letra U, para simbolizar o limite configurável entre 8 W e 15 W de consumo.

A família AMD Ryzen 7020 Mendocino se destaca por mesclar núcleos Zen 2 com GPU RDNA 2, oferecendo desempenho robusto e recursos modernos aos laptops básicos (Imagem: AMD)
A família AMD Ryzen 7020 Mendocino se destaca por mesclar núcleos Zen 2 com GPU RDNA 2, oferecendo desempenho robusto e recursos modernos aos laptops básicos (Imagem: AMD)

A série será composta por quatro processadores, liderados pelo Ryzen 5 7520U, equipado com 4 núcleos e 8 threads operando a até 4,3 GHz, apoiados por 2 MB de cache L2 e 4 MB de cache L3. Logo abaixo está o Ryzen 3 7320U, também munido de 4 núcleos e 8 threads, mas rodando a velocidades ligeiramente mais baixas, que atingem os 4,1 GHz. A capacidade de cache é a mesma: 2 MB de L2 e 4 MB de L3.

Para dispositivos ainda mais simples, a AMD oferecerá o Athlon Gold 7220U, com 2 núcleos e 4 threads rodando a até 3,7 GHz, acompanhados de 1 MB de cache L2 e 4 MB de cache L3. Na base da hierarquia encontra-se o Athlon Silver 7120U, também equipado com 2 núcleos e 4 threads, trabalhando a até 3,5 GHz e trazendo apenas 1 MB de cache L2 e 2 MB de cache L3.

Comparado a um Intel Core i3 1115G4, o AMD Ryzen 3 7320U seria até 58% mais rápido em multitarefas (Imagem: AMD)
Comparado a um Intel Core i3 1115G4, o AMD Ryzen 3 7320U seria até 58% mais rápido em multitarefas (Imagem: AMD)

Todas as variantes trazem GPU Radeon 610M, com 2 Unidades Computacionais (CUs) rodando a velocidades não anunciadas e baseadas na microarquitetura RDNA 2, mesma das placas Radeon RX 6000 e dos consoles da atual geração. Apesar disso, não espere por alto desempenho — a quantidade de núcleos de processamento (128) é bastante baixa e, ainda que traga o nome Radeon, traz configurações próximas à da iGPU presente nos Ryzen 7000 para desktop, especificamente preparados para tarefas simples.

Na apresentação feita à imprensa, a AMD realizou um comparativo entre o Ryzen 3 7320U e o Intel Core i3 1115G4, modelo básico da 11ª geração Tiger Lake-U da Intel. A gigante garante que o novo Ryzen seria até 31% mais rápido em produtividade, e respeitáveis 58% mais veloz em multitarefas, além de 80% mais poderoso em compressão de arquivos — ponto em que a empresa costuma ter vantagem.

Marcas como Lenovo, HP e Acer já foram confirmadas para lançar notebooks equipados com chips Ryzen 7020 até o final de 2022 (Imagem: AMD)
Marcas como Lenovo, HP e Acer já foram confirmadas para lançar notebooks equipados com chips Ryzen 7020 até o final de 2022 (Imagem: AMD)

Apesar de não parecerem empolgantes em um primeiro momento, considerando que o Core i3 1115G4 já foi substituído por múltiplos modelos da 12ª geração Alder Lake, as promessas são muito atraentes para o segmento e representam uma enorme evolução frente aos Ryzen disponíveis para a categoria atualmente, equipada com os já datados núcleos Zen de primeira geração.

Um dos grandes diferenciais dos chips Ryzen 7020 é o suporte a algumas tecnologias modernas, incluindo a compatibilidade com até 32 GB de RAM LPDDR5 e recursos de segurança avançados possibilitados pelo chip integrado Microsoft Pluton. Os primeiros notebooks equipados com a família Mendocino estão previstos para chegar ao mercado até o fim de 2022, pelas mãos de marcas como Acer, HP, Lenovo e Microsoft, na faixa de preço entre US$ 399 e US$ 699 (entre R$ 2.050 e R$ 3.590).

AMD confirma data de estreia das GPUs RX 7000

Aproveitando o lançamento dos novos processadores — e em especial visando ofuscar a chegada das rivais GeForce RTX 4000 — a AMD também confirmou a data de lançamento das aguardadas placas Radeon RX 7000. Conforme revelou o vice-presidente sênior e gerente geral da divisão Radeon, Scott Herkelman, o anúncio da próxima geração de GPUs gamer da gigante ocorrerá em 3 de novembro, ainda sem horário definido.

Detalhes mais específicos sobre os componentes também não foram divulgados, mas o executivo promete que novas informações serão disponibilizadas no decorrer das próximas semanas. Munida da nova microarquitetura RDNA 3, a linha RX 7000 já teve algumas características promissoras confirmadas, a começar pelo uso da litografia de 5 nm da TSMC e de construção via chiplets — algo inédito em GPUs gamer.

A empresa promete ainda núcleos totalmente redesenhados, uma nova geração do Infinity Cache para turbinar a transferência de dados da memória, além de múltiplas otimizações no consumo de energia. Combinados, esses aprimoramentos forneceriam ganhos de mais de 50% em performance por Watt frente à microarquitetura RDNA 2. Fora isso, clocks extremamente elevados, beirando os 4,0 GHz, são esperados.

AMD Ryzen 7020 Mendocino: ficha técnica

Processador

Núcleos/Threads

Clock Base/Boost

Cache (L2 + L3)

Gráficos Integrados

TDP (W)

AMD Ryzen 5 7520U

4/8

2,8 GHz/4,3 GHz

6 MB (2 MB L2 + 4 MB L3)

Radeon 610M (2 CUs RDNA 2)

15 W

AMD Ryzen 3 7320U

4/8

2,4 GHz/4,1 GHz

6 MB (2 MB L2 + 4 MB L3)

Radeon 610M (2 CUs RDNA 2)

15 W

AMD Athlon Gold 7220U

2/4

2,4 GHz/3,7 GHz

5 MB (1 MB L2 + 4 MB L3)

Radeon 610M (2 CUs RDNA 2)

15 W

AMD Athlon Silver 7120U

2/4

2,4 GHz/3,5GHz

3 MB (1 MB L2 + 2 MB L3)

Radeon 610M (2 CUs RDNA 2)

15 W

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: