Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.363,10
    -56,43 (-0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.714,60
    -491,99 (-0,94%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,24
    -1,42 (-1,72%)
     
  • OURO

    1.797,20
    -1,60 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    58.917,53
    -1.740,80 (-2,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.412,02
    -62,31 (-4,23%)
     
  • S&P500

    4.551,68
    -23,11 (-0,51%)
     
  • DOW JONES

    35.490,69
    -266,19 (-0,74%)
     
  • FTSE

    7.253,27
    -24,35 (-0,33%)
     
  • HANG SENG

    25.575,34
    -53,40 (-0,21%)
     
  • NIKKEI

    28.805,59
    -292,65 (-1,01%)
     
  • NASDAQ

    15.619,00
    +31,75 (+0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4203
    -0,0044 (-0,07%)
     

AMD Radeon RX 6600 é anunciada para concorrer com a RTX 3060

·4 minuto de leitura

Após inúmeros vazamentos, a AMD finalmente oficializou nesta quarta-feira (13) sua nova solução para o mercado de placas de vídeo de entrada, a Radeon RX 6600. A novidade chega com a missão de competir com a Nvidia GeForce RTX 3060 e, em diversos testes, se mostra capaz de entregar nível de desempenho similar. Ainda assim, o preço sugerido torna a placa uma opção difícil de ser recomendada.

Radeon RX 6600 chega para competir com a RTX 3060

Com foco em games com qualidade alta na resolução Full HD, a Radeon RX 6600 é bastante similar à irmã mais robusta RX 6600 XT, mas escalonada para competir lado a lado com a RTX 3060. O chip utilizado no lançamento é o mesmo da variante XT, o Navi 23, mas com apenas 28 Unidades Computacionais (CUs) em vez de 32 CUs.

Assim sendo, a solução emprega 1.792 Stream Processors (ou núcleos) e 28 Ray Accelerators para processamento de Ray Tracing, contra 2.048 Stream Processors e 32 Ray Accelerators do modelo mais potente. O clock base é estipulado em 1.626 MHz, enquanto o boost atinge 2.491 MHz e o Game Clock é estabelecido em 2.044 MHz, números mais baixos de toda a linha RX 6000.

A Radeon RX 6600 chega apenas em modelos customizados, via parceiras como ASUS, SAPPHIRE e MSI (Imagem: AMD)
A Radeon RX 6600 chega apenas em modelos customizados, via parceiras como ASUS, SAPPHIRE e MSI (Imagem: AMD)

Na memória, o lançamento oferece 8 GB de RAM GDDR6, mas em velocidade menor de 14 Gbps, em vez do padrão das outras placas da família, de 16 Gbps. Acompanhada da interface de 128-bit, a mudança gera consequências na largura de banda, agora limitada a 224 GB/s. A quantidade de Infinity Cache, no entanto, foi mantida em 32 MB.

Com esse conjunto, a nova placa da AMD entrega 8,93 TFLOPs de poder computacional e consome 132 W, tendo como recomendação fonte de 450 W e sistema de alimentação com um conector de 8 pinos. Para exibição de vídeo, o modelo emprega três portas DisplayPort 1.4 e uma porta HDMI 2.1. A performance promete ser idêntica à da RTX 3060, o que não é exatamente um ponto positivo.

Empate na performance não é ponto positivo

Os números de desempenho em jogos divulgados pela AMD, registrados com o recurso Smart Access Memory (SAM) ativado, indicam que a RX 6600 e a RTX 3060 entregam praticamente a mesma performance, com leve vantagem para a GPU da Nvidia. Como de costume, a nova Radeon se destaca em games mais bem otimizados para hardware do time vermelho, como Forza Horizon 4 e Assassin's Creed Valhalla.

O desempenho da RX 6600 é similar ao da RTX 3060, ponto comprovado por reviews (Imagem: AMD)
O desempenho da RX 6600 é similar ao da RTX 3060, ponto comprovado por reviews (Imagem: AMD)

Os reviews já publicados por diversos veículos especializados mostram que isso é de fato próximo do cenário real entregue pelo lançamento, ainda que a RTX 3060 mostre vantagem em um número maior de jogos, com ganhos entre 2% e 14% a depender do título. No entanto, a situação é agravada quando o Ray Tracing é ativado, situação em que a representante da família GeForce supera a rival Radeon em até 39%.

Diante dos resultados, e dos preços sugeridos, conclui-se que a RX 6600 é uma opção difícil de se recomendar — ainda que tenha poder semelhante, a desvantagem em Ray Tracing e os resultados ligeiramente inferiores do FidelityFX Super Resolution frente ao DLSS, aliados ao preço sugerido idêntico, acabam tornando a RTX 3060 uma escolha mais interessante.

Dito isso, é importante considerar dois pontos importantes: o primeiro é que, apesar do preço sugerido, a crise de semicondutores deve elevar significativamente o valor cobrado. O segundo é que, ao menos no Brasil, a placa pode acabar sendo uma opção atraente, caso seu preço siga a tendência da RX 6600 XT — a solução chegou mais barata que a RTX 3060. Resta aguardar pela disponibilização da placa em varejistas brasileiras para sabermos se esse será o caso.

Preço e disponibilidade

A AMD Radeon RX 6600 já está à venda no exterior, em modelos customizados de empresas como ASUS, Gigabyte e PowerColor, com preços que partem dos US$ 329 (cerca de R$ 1.840, em conversão direta). A placa ainda não teve detalhes para o mercado brasileiro divulgados, mas espera-se que a novidade chegue ao país já nos próximos dias.

AMD Radeon RX 6600: ficha técnica

  • GPU: Navi 23

  • Unidades Computacionais (CUs): 28

  • Stream Processors (Núcleos): 1.792

  • Ray Accelerators (Ray Tracing): 28

  • Frequências: 1.626 MHz (Base), 2.491 MHz (Boost), 2.044 MHz (Game)

  • Poder computacional (FP32): 8,93 TFLOPs

  • Memória VRAM: 8 GB GDDR6

  • Interface da memória: 128-bit

  • Velocidade da memória: 14 Gbps

  • Largura de banda: 224 GB/s

  • Infinity cache: 32 MB

  • Consumo: 132 W

  • Alimentação: 1x conector de 8 pinos

  • Conexões de vídeo: 1x HDMI 2.1, 3x DisplayPort 1.4 com DSC

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos