Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.909,61
    +2.127,46 (+1,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.174,06
    -907,27 (-1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,88
    +0,68 (+0,87%)
     
  • OURO

    1.765,30
    +1,60 (+0,09%)
     
  • BTC-USD

    16.851,65
    +618,10 (+3,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    400,60
    +11,88 (+3,06%)
     
  • S&P500

    3.957,63
    -6,31 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    33.852,53
    +3,07 (+0,01%)
     
  • FTSE

    7.512,00
    +37,98 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    18.100,27
    -104,41 (-0,57%)
     
  • NIKKEI

    27.847,07
    -180,77 (-0,64%)
     
  • NASDAQ

    11.532,25
    +7,50 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4671
    +0,0105 (+0,19%)
     

AMD lança Radeon RX 7900 XTX e 7900 XT com RDNA 3 por preços competitivos

Nesta quinta-feira (3 de novembro), a AMD anunciou, em Las Vegas, sua nova linha de placas de vídeo para gamers, a Radeon RX 7000, e é claro que o Canaltech marcou presença no evento para trazer as informações em primeira mão.

Equipada com a arquitetura RDNA 3, as novas placas prometem não apenas dar um salto em performance, mas liderar em questão de eficiência energética e abraçar a nova geração de jogos.

O evento foi marcado pelo anúncio de duas novas placas de vídeo: a AMD Radeon RX 7900 XTX, equipada com 24 GB de memória GDDR6, e a AMD Radeon RX 7900 XT, que conta com 20 GB também no padrão GDDR6. Ambas são marcadas por uma novidade bem peculiar: a separação entre GPU e sistema de memória.

No palco, a presidente da AMD, Dra. Lisa Su, revelou que as novas Radeons são as primeiras placas do mundo a usar este sistema de chiplet, que consiste justamente na combinação de diferentes chips para diferentes atividades. Via de regra, as placas de vídeo até então combinavam chip gráfico e controlador de memória num mesmo componente, mas agora tais itens estão separados.

Com a novidade, é possível usar diferentes processos de fabricação. Aqui, o GCD (Graphics Compute Die), que é a GPU propriamente dita, é fabricada com litografia de 5 nanômetros, enquanto o MCD (Memory Cache Die) em 6 nanômetros. A conexão entre eles permite a transferência de até 5,3 terabytes de dados por segundo.

A tática de separação deve ser providencial para baratear a fabricação dos produtos e, consequentemente, reduzir o valor final das placas. Com a nova arquitetura, a AMD balanceou a quantidade de memória cache, sendo que a RX 7900 XTX tem 96 MB, enquanto a Radeon RX 7900 XT conta com 80 MB.

De acordo com Lisa Su, os avanços são significativos entre gerações. A nova RX 7900 XTX tem 58 bilhões de transistores e alcança até 61 TFLOPS de poder computacional (salto significativo no comparativo com a RDNA2 que chegava a 23 TFLOPS), o que é um grande salto em performance. Já na parte de eficiência energética, a AMD promete uma melhoria de 54% na relação de performance por watt.

Dra Lisa Su exibe a GPU AMD Radeon RX 7900 XTX com RDNA 3 - Fonte da imagem: Divulgação/AMD
Dra Lisa Su exibe a GPU AMD Radeon RX 7900 XTX com RDNA 3 - Fonte da imagem: Divulgação/AMD

No comparativo com a Radeon RX 6950 XT, os ganhos práticos na resolução 4K da nova Radeon RX 7900 XTX chegam a 70% no jogo Cyberpunk 2077, 60% no jogo Doom Eternal (usando Ray Tracing) e 50% em jogos como Call of Duty: Modern Warfare 2 e Watch Dogs: Legion, bem como de 50% em Resident Evil VIII e Metro Exodus (esses últimos dois também com Ray Tracing).

Especificações AMD Radeon RX 7900 XTX

  • Unidades de computação: 96 com AMD RDNA 3

  • Clock: 2,3 GHz

  • Memória: 24 GB GDDR6

  • Interface da memória: 384-bit

  • Conexões: HDMI 2.1 e DisplayPort 2.1

  • Consumo: até 355 watts

Especificações AMD Radeon RX 7900 XT

  • Unidades de computação: 84 com AMD RDNA 3

  • Clock: 2,0 GHz

  • Memória: 20 GB GDDR6

  • Interface da memória: 320-bit

  • Conexões: HDMI 2.1 e DisplayPort 2.1

  • Consumo: até 300 watts

Detalhes da arquitetura AMD RDNA 3

Após esta introdução das placas e o resumo do atual momento expressivo para AMD, Sam Naffziger, Arquiteto de Tecnologia de Produto, assumiu o comando para trazer informações mais técnicas. A primeira revela que os novos chips trazem 165% mais transistores por mm 2.

Além disso, Naffziger explicou revelou que em questão de memória cache, as novas Radeon usam um controlador de 64-bit e o Infinity Cache de 2ª geração. Na prática, isso significa uma melhoria na largura de banda, que aumentou em 2,7 vezes no comparativo com a geração anterior da linha Radeon. E, no bom português, isso resulta em melhorias de performance (mais frames por segundo) nos games.

Comparativo Radeon RX 7900 XT vs 6950 XT em 4K - Fonte da imagem: Divulgação/AMD
Comparativo Radeon RX 7900 XT vs 6950 XT em 4K - Fonte da imagem: Divulgação/AMD

O processador gráfico que equipa as novas Radeon RX 7000 conta com Unidades de Computação (UC) unificadas do tipo RDNA3, bem como tem uma nova Engine de Display e uma nova Engine de Mídia Dupla – vamos explicar ponto a ponto.

Em questão de inteligência artificial, a AMD promete um salto de 2,7 vezes em performance para este tipo de atividade. Há dois aceleradores dedicados de IA por Unidade de Computação, os quais trabalham com novas instruções de IA e entregam taxas de transferência melhoradas nestes cenários.

A AMD ainda promete uma nova geração de Ray Tracing, graças às novidades que entregam 50% maior desempenho por Unidade de Computação. Na parte técnica, a fabricante relata 1,5 vezes mais raios, novas instruções dedicadas e um sistema aprimorado de organização para este tipo de tecnologia.

AMD promete upgrade fácil com RX 7900 XTX - Fonte da imagem: Divulgação/AMD
AMD promete upgrade fácil com RX 7900 XTX - Fonte da imagem: Divulgação/AMD

A nova Engine de Display é a AMD Radiance Engine. Ela garante a compatibilidade com o padrão DisplayPort 2.1, tem link com largura de banda de até 54 Gigabits por segundo e entrega 12-bit de cores por canal, o que garante até 68 bilhões de cores. Nos slides, a AMD revela a possibilidade de saída em 8K a 165 Hertz e 4K a 480 Hertz.

Já a nova Engine de Mídia Dupla entrega a codificação e decodificação simultânea para os codecs AVC e HEVC. A compatibilidade com o codec AV1 também é um destaque, já que estas placas podem realizar os dois processos na resolução de 8K com até 60 frames por segundos. Tais atividades são aceleradas ainda por inteligência artificial.

Concorrência e performance em games

Dando continuidade ao evento, tivemos a presença de Scott Herkelman, gerente geral da Unidade de Negócios Gráficos da AMD, que não perdeu tempo em enfatizar que, diferente da concorrente, sua nova geração de placas de vídeo não deve complicar a vida do jogador que pretende fazer um upgrade na máquina.

Mesmo a Radeon RX 7900 XTX que é a mais poderosa neste anúncio tem medidas ainda compactas. Enquanto a Radeon RX 6950 XT tinha 27,6 cm de comprimento, a nova 7900 XTX mede 28,7 cm, ao mesmo tempo que ainda ocupa 2,5 slots. Ele ainda reforçou que, dessa forma, não é preciso trocar de gabinete ou mesmo de fonte.

Scott Herkelman exibe a placa Radeon RX 7900 XTX - Fonte da imagem: Divulgação/AMD
Scott Herkelman exibe a placa Radeon RX 7900 XTX - Fonte da imagem: Divulgação/AMD

Na parte de games, Herkelman frisou que a AMD tem feito muitos esforços para levar suas tecnologias para mais títulos e que, em breve, teremos 216 games compatíveis com AMD FidelityFX Super Resolution (FSR), inclusive o famoso Forza Horizon 5.

Falando em performance, para efeitos de exemplificação, a AMD revelou que a Radeon RX 7900 XTX é ótima para games online, sendo capaz de entregar até 300 frames por segundo no APEX Legends, até 600 fps no Overwatch 2 e absurdos 800 quadros por segundo em Valorant – todos os jogos configurados na resolução 1440p.

Quanto à futura geração de games com resoluções elevadas, a AMD aposta no uso da tecnologia FSR. Nos gráficos, a marca revelou que, na resolução 8K Ultra Wide, sua nova placa roda Death Stranding a 148 fps, enquanto COD: Modern Warfare 2 bate 190 frames por segundo. Já na resolução 8K padrão, Uncharted: Legacy of Thieves Collection roda a 73 quadros por segundo e Assassin’s Creed Valhalla a 96 fps.

AMD Radeon RX 7900 XTX para games em 8K - Fonte da imagem: Divulgação/AMD
AMD Radeon RX 7900 XTX para games em 8K - Fonte da imagem: Divulgação/AMD

Já pensando em cenários mais comuns, com a tecnologia Ray Tracing habilitada na resolução 4K, qualidade Ultra e o uso de FSR, a Radeon RX 7900 XTX consegue 62 fps em Cyberpunk 2077, alcança até 72 quadros por segundo em Dying Light 2 e bate 89 fps em Hitman 3.

Para o futuro, a AMD já revelou parcerias técnicas com a Striking Distance Studios, desenvolvedora do jogo The Callisto Protocol; também com a Luminous Productions, encarregada de Forspoken; com a Unreal Engine 5; e, por fim, com a Ubisoft, garantindo a compatibilidade com a nova engine Snow Drop, que deve ser usada em games como Splinter Cell e novos títulos da franquia Assassin’s Creed.

Quanto ao futuro da linha Radeon, a AMD aproveitou a ocasião para anunciar a chegada do AMD FidelityFX Super Resolution 3, ou no bom português, o FSR 3. Para se ter uma ideia, a Unreal Engine 5 alcança 60 fps com o FSR2 e tem um salto para 112 fps usando o FSR 3. Esta nova tecnologia chega para os games de PC em 2023.

Software e novos PCs

Outras informações do evento dizem respeito à experiência com o software da AMD Radeon. Para tanto, Frank Azor, Arquiteto-chefe de Soluções em Jogos e Marketing, subiu ao palco para dar mais alfinetadas na concorrente. Segundo Azor, a AMD sai na frente ao otimizar o Adrenalin Edition, que permite ajustes finos em especificações da placa de vídeo, tem uma interface unificada e não necessita de registros e logins.

Outra novidade é o AMD HYPR-RX, uma configuração dentro do software da AMD que permite aos usuários menos técnicos obterem a melhor performance possível em jogos. Com apenas um clique, é possível ativar o Radeon Boost (que otimiza os frames por segundo) e Radeon Anti-Lag para diminuir a latência em games online.

Frank Azor fala sobre AMD HYPR-RX na nova Radeon RX 7900 XTX - Fonte da imagem: Divulgação/AMD
Frank Azor fala sobre AMD HYPR-RX na nova Radeon RX 7900 XTX - Fonte da imagem: Divulgação/AMD

Como exemplo, a AMD mostrou que a funcionalidade AMD HYPR-RX pode elevar o desempenho e 90 fps para 166 fps, ao mesmo tempo em que reduz a latência de 30 ms para 11 ms. Esta novidade foi introduzida hoje e deve chegar no primeiro semestre de 2023.

Para os streamers e criadores de conteúdo, a AMD revelou que está numa forte parceria com o time do OBS. O famoso software de captura e transmissão terá melhorias para as placas Radeon RX 7000 e RX 6000, de modo que será possível reduzir os artefatos nas imagens, principalmente para quem usa resoluções até 1080p.

Outra demonstração interessante foi da tecnologia AMD SmartAccess Video, que já vimos funcionando em notebooks aqui no evento. Esta novidade distribui as cargas de tarefas como codificação e decodificação de vídeos entre CPUs Ryzen e GPUs Radeon. As melhoras são de até 30% em streaming múltiplo de 4K.

AMD SmartAcess Video - Fonte da imagem: Divulgação/AMD
AMD SmartAcess Video - Fonte da imagem: Divulgação/AMD

Para finalizar, assim como a AMD já tem notebooks específicos e refinados com seus componentes, a marca revelou a parceria com marcas como CSL, Cyberpower, Ebuyer, Falcon, Maingear e Origin para trazer PCs com o selo AMD Advantage Desktop, os quais usam gabinetes premium, CPUs Ryzen e GPUs Radeon em combos completos.

Disponibilidade e preço das Radeon RX 7900 XTX e RX 7900 XT

O evento de anúncio da nova linha AMD Radeon 7000 foi encerrado com duas informações importantes: data de lançamento e preços. As duas novas placas de vídeo chegam em mercados selecionados (em versões da própria AMD e de parceiras) no dia 13 de dezembro de 2023.

A AMD Radeon RX 7900 XTX tem preço de lançamento fixado em US$ 999 (aproximadamente R$ 5.108, na cotação de 03 de novembro) e a AMD Radeon RX 7900 XT chega por US$ 899 (cerca de R$ 4.598 na mesma data). Os valores das placas de marcas parceiras pode variar, sendo que o valor oficial é apenas uma sugestão da AMD.

Por fim, vale mencionar que a AMD não divulgou qualquer comparativo com as placas concorrentes da linha NVIDIA GeForce RTX 4000. No entanto, durante a sessão de perguntas e respostas, quando questionada neste quesito, a informação que recebemos é de que a linha Radeon RX 7000 concorre em questão de performance e preço com produtos de até 999 dólares.

Como de praxe, ainda não há informações sobre a chegada das novas placas Radeon ao Brasil, uma vez que os modelos oficiais da AMD não são comercializados e território brasileiro. Dessa forma, resta aguardar para descobrir quando marcas parceiras irão lançar suas respectivas RX 7900 XTX e 7900 XT para os gamers do Brasil.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: