Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.291,59
    +413,06 (+0,37%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.934,21
    +259,38 (+0,59%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,69
    +0,05 (+0,11%)
     
  • OURO

    1.844,50
    +3,40 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    19.453,72
    +504,82 (+2,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    382,19
    +7,79 (+2,08%)
     
  • S&P500

    3.666,72
    -2,29 (-0,06%)
     
  • DOW JONES

    29.969,52
    +85,73 (+0,29%)
     
  • FTSE

    6.490,27
    +26,88 (+0,42%)
     
  • HANG SENG

    26.728,50
    +195,92 (+0,74%)
     
  • NIKKEI

    26.809,37
    +8,39 (+0,03%)
     
  • NASDAQ

    12.491,50
    +29,25 (+0,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2369
    -0,0829 (-1,31%)
     

AMD anuncia nova família de GPUs Radeon RX 6000 focada na jogatina em 4K

Sérgio Oliveira
·6 minuto de leitura

A AMD apresentou na tarde desta quarta-feira (28) sua nova família de GPUs Radeon RX 6000. As placas de vídeo chegam equipadas com a nova microarquitetura RDNA 2 e para competir de frente com as Nvidia GeForce RTX 3000, que tiveram um lançamento bastante conturbado em setembro e até agora são extremamente difíceis de encontrar no mercado.

Há tempos as novas Radeon RX 6000 eram aguardadas pelo público gamer, sobretudo porque a AMD tem conseguido replicar em suas GPUs a excelente relação custo-benefício que é sua marca registrada no mercado de processadores. Tanto é que as placas chegam ao mercado custando a partir de US$ 579.

O valor é referente à Radeon RX 6800, modelo de entrada que irá competir com a RTX 2080 Ti e com a RTX 3070 quando esta chegar ao mercado. Testes exibidos pela própria AMD mostram que o componente supera o rival em gameplay em 4K e em 1440p em jogos como Doom Eternal, Forza Horizon 4, Gears of War 5 e Battlefield V, tudo isso enquanto consome 10W a menos de energia (250W vs 260W).

Gráfico de desempenho da Radeon RX 6800 em 4K a 60 FPS
Gráfico de desempenho da Radeon RX 6800 em 4K a 60 FPS (Imagem: Reprodução/AMD)
Gráfico de desempenho da Radeon RX 6800 em 1440p
Gráfico de desempenho da Radeon RX 6800 em 1440p (Imagem: Reprodução/AMD)

Subindo um degrau no lineup das novas RX 6000, a AMD confirmou os rumores e a RX 6800 XT será o carro-chefe desta nova geração. O modelo do Red Team chega para bater de frente com a GeForce RTX 3080: testes apresentados pela companhia mostram que a placa supera a concorrente em jogos 4K ou em 1440p como Borderlands 3, Battlefield V, Call of Duty: Modern Warfare e Forza Horizon 4; e equipara o desempenho em títulos como Doom Eternal, Gears 5 e Shadow of the Tomb Raider. A parte mais interessante de tudo isso é que, para alcançar todo esse desempenho, a placa da AMD exige menos energia (300W) e custa menos (US$ 649) que seu rival (320W e US$ 699).

Gráfico de desempenho em 4K da Radeon RX 6800 XT em 4K
Gráfico de desempenho em 4K da Radeon RX 6800 XT em 4K (Imagem: Reprodução/AMD)
Gráfico de desempenho da Radeon RX 6800 XT em 1440p
Gráfico de desempenho da Radeon RX 6800 XT em 1440p (Imagem: Reprodução/AMD)

Por fim, a AMD confirmou que a Radeon RX 6900 XT será seu modelo topo de linha, fazendo frente à RTX 3090 da Nvidia. O grande diferencial é que a AMD não repetiu o erro de sua rival e em vez de subir os 16 GB de memória GDDR6 para 24 GB, manteve o valor em toda a linha e incrementou as unidades computacionais para 80. O resultado: uma placa com preço mais atrativo que a concorrente (US$ 999 vs US$ 1.499) e que a supera rodando jogos como Forza Horizon 4, Battlefield V e Call of Duty: Modern Warfare em 4K.

Gráfico de desempenho da Radeon RX 6900 XT em 4K
Gráfico de desempenho da Radeon RX 6900 XT em 4K (Imagem: Reprodução/AMD)

Melhorias, ray tracing e mais

Esteticamente, a AMD não promoveu nenhum redesign em suas placas. Isso significa que elas continuam ocupando 2,5 slots e empregam um sistema de arrefecimento baseado em três ventoinhas. A PCB continua exatamente a mesma que estamos acostumados, tal qual os pinos de energia.

A empresa também resolveu "jogar safe" e utilizar módulos de memória GDDR6 em vez do mais atual GDDR6X empregado pela Nvidia nas RTX 3000. A decisão está relacionada principalmente a custos e eficiência energética e permitiu equipar todo o lineup com 16 GB de memória, ao contrário do que a Nvidia fez com a RTX 3070 (8GB) e RTX 3080 (10 GB) — apenas a RTX 3090 se sobressai nesse quesito, com 24 GB. Como tais módulos são mais baratos e consomem menos energia, a AMD conseguiu reduzir o TDP das placas ao mesmo tempo que entrega desempenho superior ou semelhante a custo reduzido.

Novas Radeon RX 6000 mantêm o design da PCB da geração anterior: eficiência energética vem da escolha dos componentes
Novas Radeon RX 6000 mantêm o design da PCB da geração anterior: eficiência energética vem da escolha dos componentes (Imagem: Reprodução/AMD)

Mas há um "porém" nessa história: os módulos GDDR6 também são mais lentos. Para compensar isso, o Team Red investiu no que chamou de Infinity Cache: são 128 MB de cache de alto desempenho, com duas vezes mais largura de banda que na geração passada. Dessa forma, as novas Radeon RX 6000 conseguem ser muito mais eficientes na hora de lidar com a grande quantidade de dados em jogos 4K sem necessariamente consumir mais energia.

Outras melhorias foram promovidas simplesmente pela adoção da nova arquitetura RDNA 2, incluindo o tão esperado suporte às APIs DirectX 12 Ultimate e ao DirectStorage. Isso significa que, sim, as Radeon RX 6000 são compatíveis com ray tracing acelerado por hardware e entregarão tempos de carregamento mínimos quando o Windows implementar o DirectStorage em 2021.

Infinity Cache permitiu AMD dobrar largura de banda, compensando a não-adoção dos novos módulos GDDR6X para igualar e superar desempenho das RTX 3000
Infinity Cache permitiu AMD dobrar largura de banda, compensando a não-adoção dos novos módulos GDDR6X para igualar e superar desempenho das RTX 3000 (Imagem: Reprodução/AMD)

Só sentimos falta de um recurso equivalente ao DLSS da Nvidia, que vem aliviando a carga sobre as GPUs com o auxílio de inteligência artificial na hora de entregar imagens de maior qualidade e mais FPS. Mas não é como se a fabricante não estivesse trabalhando em nada desse tipo: ela confirmou que já está testando um novo método de anti-aliasing para melhorar o desempenho quando o ray tracing estiver ativado. Também há a promessa de que a novidade será open source e cross-platform, o que indica que também funcionará no Xbox Series X e S e no PlayStation 5 — ambos com GPU baseada em RDNA 2. Todavia, nenhum prazo foi fornecido até o momento.

AMD Radeon RX 6000

AMD Radeon RX 6800

AMD Radeon RX 6800 XT

AMD Radeon RX 6900 XT

Arquitetura

RDNA 2

Unidades computacionais (CUs)

60

72

80

Clock GPU

1.372 MHz

1.487 MHz

1.529 MHz

Clock GPU (Boost)

2.105 MHz

2.250 MHz

2.250 MHz

Infinity Cache

128 MB

Memória

16 GB GDDR6

Interface

256 bit

Shading units

3840

4608

5120

ROPs

96

128

128

TMUs

240

288

320

FLOPs

16,17 TFLOPS

20,74 TFLOPS

23.04 TFLOPS

Alimentação

2 x 8 pinos

Conexões

2x DisplayPort 1.4, 1x HDMI, 1x USB-C

TDP

250W

300W

300W

Lançamento

18 de novembro

18 de novembro

8 de dezembro

Preço

US$ 579

US$ 649

US$ 999

Preço e disponibilidade

Durante a apresentação, a CEO da AMD, Lisa Su, garantiu que as novas Radeon RX 6000 estarão disponíveis no mercado a partir do dia 18 de novembro para os dois primeiros modelos, e a partir do dia 8 de dezembro para o modelo topo de linha.

Dessa forma, preço e disponibilidade são os seguintes:

  • Radeon RX 6800: 18 de novembro, por US$ 579;

  • Radeon RX 6800 XT: 18 de novembro, por US$ 649;

  • Radeon RX 6900 XT: 8 de dezembro, por US$ 999.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: