Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.690,17
    +1.506,22 (+1,35%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.004,19
    -373,28 (-0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,08
    +0,25 (+0,39%)
     
  • OURO

    1.689,10
    -11,60 (-0,68%)
     
  • BTC-USD

    46.738,61
    -4.223,24 (-8,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    934,48
    -52,73 (-5,34%)
     
  • S&P500

    3.768,47
    -51,25 (-1,34%)
     
  • DOW JONES

    30.924,14
    -345,95 (-1,11%)
     
  • FTSE

    6.650,88
    -24,59 (-0,37%)
     
  • HANG SENG

    28.794,57
    -442,22 (-1,51%)
     
  • NIKKEI

    28.446,24
    -483,87 (-1,67%)
     
  • NASDAQ

    12.363,75
    -91,25 (-0,73%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7821
    -0,0038 (-0,06%)
     

Amazon vai instalar câmeras inteligentes em sua frota de entrega

·1 minuto de leitura
A Amazon instalará câmeras de inteligência artificial em seus veículos de entrega, que descreveu como parte de uma iniciativa para garantir a segurança dos motoristas.

A Amazon confirmou na quinta-feira (4) seus planos de instalar câmeras dotadas de inteligência artificial (IA) em seus veículos de entrega, o que descreveu como parte de uma iniciativa para garantir a segurança dos motoristas.

As câmeras são projetadas para monitorar a estrada e o motorista e identificar possíveis causas de preocupação ou, pelo contrário, boas práticas, de acordo com um vídeo tutorial.

"Estamos investindo em segurança em todas as nossas operações e recentemente começamos a implementar a tecnologia de segurança baseada em câmera líder da indústria em toda a nossa frota de entrega", disse o gigante do comércio eletrônico em resposta a uma consulta da AFP.

"Esta tecnologia fornecerá aos motoristas alertas em tempo real para ajudá-los a se manter seguros na estrada".

A notícia de que a Amazon monitoraria os veículos de entrega com câmeras inteligentes levantou preocupações sobre a privacidade e a possibilidade de vigilância muito dura e injusta por parte da empresa.

"Isso representa a maior expansão da vigilância corporativa na história da humanidade", disse o editor-adjunto da Fight for the Future, Evan Green, em um comunicado divulgado pelo grupo de direitos digitais.

“Estamos exigindo que a Amazon interrompa imediatamente a implantação desse programa inseguro e pedimos ao Congresso que lance uma investigação completa sobre o império de vigilância da Amazon”, acrescentou.

A empresa sediada em Seattle já enfrentou críticas em relação às condições de trabalho em sua vasta rede de logística, que inclui o uso para entregas terceirizadas.

gc/rl/ll/tly/ap/mvv