Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    61.075,72
    +326,61 (+0,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Amazon remove boné racista à venda com slogan ‘Vidas negras não importam’

·1 minuto de leitura
Boné racista que estava à venda na Amazon
Boné racista que estava à venda na Amazon

A Amazon removeu de sua lista de produtos um boné com mensagem racista que era vendido por um comerciante terceirizado. O boné continha a mensagem estampada: “Vidas negras não importam”, uma inversão do slogan usado por movimentos de igualdade racial nos Estados Unidos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

A Amazon possui um sistema que permite que comerciantes terceirizados coloquem seus próprios produtos à venda em seu site. A empresa ganha uma porcentagem por isso.

Ou seja, caso algum boné racista tenha sido vendido, a Amazon pode ter faturado.

Leia também

Ao site Business Insider, a Amazon se limitou a escrever que “todos vendedores devem seguir os guias de vendas, e aqueles que não se adequarem podem ter suas contas removidas. O produto em questão não está mais disponível”.

Antes de ser removido, o boné era descrito por seus vendedores como “único”, “chamativo” e “elegante”.

No Twitter, usuários e ativistas pela igualdade racial criticaram a Amazon, acusando a gigante do comércio eletrônico de ter sistemas de checagem insuficientes.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos