Mercado fechará em 6 hs
  • BOVESPA

    100.356,60
    -234,80 (-0,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.079,87
    -355,58 (-0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    113,12
    +1,36 (+1,22%)
     
  • OURO

    1.822,00
    +0,80 (+0,04%)
     
  • BTC-USD

    20.073,91
    -980,91 (-4,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    432,83
    -6,83 (-1,55%)
     
  • S&P500

    3.821,41
    -0,14 (-0,00%)
     
  • DOW JONES

    31.067,03
    +120,04 (+0,39%)
     
  • FTSE

    7.313,05
    -10,36 (-0,14%)
     
  • HANG SENG

    21.996,89
    -422,08 (-1,88%)
     
  • NIKKEI

    26.804,60
    -244,87 (-0,91%)
     
  • NASDAQ

    11.655,25
    -19,00 (-0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4729
    -0,0686 (-1,24%)
     

Amazon Prime ficará mais caro a partir de amanhã (20) no Brasil

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O reajuste no preço da assinatura do serviço Amazon Prime começará a valer na sexta-feira (20) no Brasil. O preço do pacote mensal saltará de R$ 9,90 para R$ 14,90, enquanto o plano anual vai aumentar de R$ 89 para R$ 119. Se você estava adiando a assinatura, essa é a última chance de aproveitar o preço antigo.

Quem assinar o pacote hoje pode aproveitar o valor sem aumento e ainda desfrutar dos 30 dias gratuitos oferecidos pela empresa para degustação. Para os atuais assinantes que não precisaram renovar o pacote, a mudança só deve ocorrer a partir de 24 de junho.

Antes de assinar, você ainda poderá aproveitar os 30 dias gratuitos do serviço (Imagem: Caio Carvalho/Canaltech)
Antes de assinar, você ainda poderá aproveitar os 30 dias gratuitos do serviço (Imagem: Caio Carvalho/Canaltech)

Consumidores interessados em manter o valor antigo da assinatura anual (R$ 89) também devem correr para fazer a troca ainda hoje. Se você paga por mês, pode mudar para o pacote anual com desconto, caso contrário deve permanecer na modalidade atual até o reajuste ser aplicado.

Segundo a empresa, o aumento foi necessário para manter a qualidade do serviço. "Com a expansão dos benefícios e aumento de custos operacionais gerais, aumentaremos em 20 de maio de 2022 o preço da mensalidade de R$ 9,90 para R$ 14,90 e da anuidade de R$ 89 para R$ 119 para todos os novos membros que assinarem a partir desta data", pontuou a Amazon.

Reajuste esperado

Essa é a primeira vez em que o serviço tem preço ajustado desde 2019, quando foi lançado no Brasil. Isso já era esperado, porque a companhia de Jeff Bezos adota a política de revisão de preços no mundo inteiro. Em fevereiro, clientes residentes nos Estados Unidos foram os primeiros afetados: a assinatura mensal saltou de US$ 13 (cerca de R$ 65) para US$ 15 (R$ 75).

Além de oferecer acesso ao Amazon Prime Vídeo, com séries e filmes exclusivos da plataforma, o serviço entrega outros benefícios como frete grátis em produtos selecionados, Prime Music (streaming de áudio) e jogos gratuitos no Prime Gaming.

O serviço de streaming de vídeo deve ter o catálogo ampliado e investirá mais em produções exclusivas. "A Amazon continua a investir no Amazon Prime e, nos últimos anos, adicionamos milhões de produtos disponíveis ao programa, todos com frete rápido, grátis e ilimitado, sem valor mínimo de compra; trouxemos ofertas e descontos exclusivos, além de mais entretenimento digital de alta qualidade, incluindo filmes, séries, músicas, jogos e eBooks", pontuou a gigante do comércio eletrônico em comunicado.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos