Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,22
    -0,08 (-0,11%)
     
  • OURO

    1.744,90
    -4,90 (-0,28%)
     
  • BTC-USD

    44.786,22
    +1.368,76 (+3,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.119,18
    +10,26 (+0,92%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.510,98
    +289,44 (+1,19%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.305,50
    +2,00 (+0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2260
    +0,0172 (+0,28%)
     

Amazon lança no RJ seu 10º centro de distribuição brasileiro

·1 minuto de leitura

A Amazon anunciou nesta terça-feira (14) um novo centro de distribuição em São João de Meriti (RJ), seu primeiro no estado e o décimo no Brasil. Ele abre com mais de 200 novos empregos permanentes e espera gerar mais de 1.000 temporários em períodos especiais de eventos e alta temporada, como por exemplo o Natal.

Segundo o texto do anúncio, a Amazon chegou a mais de 9.600 empregos no seu setor de operações, sendo 5.200 deles diretos em estados como São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Pernambuco, além do Distrito Federal. E ainda neste ano abrirão outro centro em Fortaleza (CE).

Para quem estiver interessado em trabalhar na operação da gigante de e-commerce, a Amazon diz ter vagas com "salários competitivos" e programas de treinamento. Só cuidado: a empresa não anda com uma reputação das melhores no quesito trabalhista. No começo deste ano, trabalhadores da empresa nos EUA fizeram muitas denúncias, incluindo empregados que fizeram suas necessidades urinárias em garrafas e sacolas.

Imagem: Reprodução/Wicked Monday/Unsplash
Imagem: Reprodução/Wicked Monday/Unsplash

Voltando ao novo centro no Rio de Janeiro, ele tem cerca de 30 mil metros quadrados e faz parte do plano de expansão da Amazon no país. A companhia diz que os brasileiros já têm acesso a 45 milhões de produtos de mais de 30 categorias diferentes no seu site.

A Amazon afirma ainda que o novo prédio segue protocolos de segurança contra a covid-19. No mundo todo, a empresa teria realizado mais de 150 mudanças em suas operações por causa da pandemia, como distanciamento social, máscaras, luvas e melhorias de limpeza e higienização.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos