Mercado fechará em 3 h 31 min

Amazon deve enfrentar acusação por uso de dados de varejistas

Stephanie Kohn

A União Europeia está pronta para abrir formalmente uma acusação antitruste contra a Amazon pelo uso de dados de terceiros, reportou o Wall Street Journal. As acusações, que devem ser apresentadas já na próxima semana, vão indiciar a companhia por usar dados de vendedores do seu marketplace para competir com eles mesmos. O jornal espera que demore ainda um ano até que a comissão decida se a Amazon violou a lei. Apesar de a empresa poder contestar a decisão, ela poderá, eventualmente, ser multada em 10% do valor da sua receita anual.

Em setembro de 2018, a chefe da agência de concorrência da União Europeia, Margrethe Vestager, disse que a UE tem reunido informações sobre a prática da Amazon em relação aos varejistas que vendem produtos dentro de seu marketplace, mas a investigação formal ainda seria apresentada. Em 2019, por sua vez, a UE publicou outra investigação sobre o acordo entre a Amazon e os vendedores, e sobre a prática de uso de dados de seleção do varejista que será linkado em sua "caixa de compra" (Buy Box) no site.

Sendo assim, esta não é a primeira vez que a Amazon é acusada de usar sua posição como operadora do marketplace para se beneficiar dentro da própria plataforma, já que ela também vende produtos em seu site. Ainda este ano, o Wall Street Journal reportou que os funcionários de Jeff Bezos usavam dados de varejistas independentes para ajudar a desenvolver seus próprios produtos. Isso teria acontecido apesar das regras estipuladas pela Amazon que proibiam este tipo de coleta de informação.

Na ocasião, a Amazon prometeu lançar uma investigação interna sobre o caso, mas o relatório gerou uma nova apuração dos legisladores norte-americanos. Os democratas do Comitê Judiciário da câmara disseram à imprensa que pediram à empresa que esclarecesse suas políticas de dados, enquanto o senador Josh Hawley (Missouri) pediu uma averiguação antitruste criminal.

A Amazon se recusou a comentar o caso.

Fonte: Canaltech