Mercado abrirá em 6 h 9 min
  • BOVESPA

    129.264,96
    +859,61 (+0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.315,69
    -3,88 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,66
    0,00 (0,00%)
     
  • OURO

    1.783,70
    +0,80 (+0,04%)
     
  • BTC-USD

    32.547,77
    -146,45 (-0,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    781,41
    -68,94 (-8,11%)
     
  • S&P500

    4.224,79
    +58,34 (+1,40%)
     
  • DOW JONES

    33.876,97
    +586,89 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.062,29
    +44,82 (+0,64%)
     
  • HANG SENG

    28.428,03
    -60,97 (-0,21%)
     
  • NIKKEI

    28.884,13
    +873,20 (+3,12%)
     
  • NASDAQ

    14.131,00
    +1,00 (+0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9743
    -0,0010 (-0,02%)
     

Amazon anuncia compra da MGM por U$8,45 bi e esquenta guerra do streaming

·1 minuto de leitura
Escritórios da MGM em Beverly Hills, Califórnia (EUA)

BENGALURU, Índia (Reuters) - A Amazon.com anunciou nesta quarta-feira a compra do estúdio norte-americano de cinema MGM por 8,45 bilhões de dólares, obtendo um acervo imenso de filmes e programas de televisão que vai ajudar a companhia a reforçar sua posição ante rivais como Netflix e Disney+.

A MGM foi fundada em 1924 e tem no catálogo séries de TV populares como "Fargo", "Vikings" e "Shark Tank", além de produções como "007".

"O valor financeiro real por trás deste acordo é o baú do tesouro de propriedade intelectual do catálogo que planejamos reimaginar e desenvolver junto com a equipe talentosa da MGM", disse Mike Hopkins, vice-presidente sênior da Prime Video e da Amazon Studios.

O serviço de streaming da Amazon, Prime Vídeo, enfrenta uma lista longa de concorrentes. Além de Netflix, Disney+, o mercado recentemente passou a contar com ofertas como HBO Max e Apple TV+. As empresas estão aumentando investimentos e se expandindo em mercados internacionais na esteira das medidas de isolamento social adotadas pelo mundo.

Os serviços de streaming em proliferação também estão atrás de marcas que possam ampliar e acervos de programas e filmes mais antigos. Analistas dizem que esta é uma grande motivação de mais uma rodada de consolidação de propriedades midiáticas depois de um hiato breve visto durante a pandemia.

A AT&T anunciou na semana passada um acordo de 43 bilhões de dólares para estender a WarnerMedia e combiná-la com a Discovery, um dos negócios mais ambiciosos da era do streaming.

(Por Akanksha Rana)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos