Mercado abrirá em 6 h 25 min
  • BOVESPA

    111.878,53
    +478,62 (+0,43%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.674,83
    +779,20 (+1,82%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,17
    -0,11 (-0,24%)
     
  • OURO

    1.836,60
    +6,40 (+0,35%)
     
  • BTC-USD

    19.097,58
    +16,23 (+0,09%)
     
  • CMC Crypto 200

    374,32
    +9,40 (+2,58%)
     
  • S&P500

    3.669,01
    +6,56 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    29.883,79
    +59,87 (+0,20%)
     
  • FTSE

    6.463,39
    +78,66 (+1,23%)
     
  • HANG SENG

    26.651,74
    +119,16 (+0,45%)
     
  • NIKKEI

    26.792,59
    -8,39 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    12.469,75
    +15,50 (+0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3623
    +0,0425 (+0,67%)
     

Amarramos a mão de propósito com o forward guidance e ele está funcionando, diz diretor do BC

·1 minuto de leitura
.
.

BRASÍLIA (Reuters) - O diretor de Política Monetária do Banco Central, Bruno Serra, afirmou nesta quarta-feira que a autoridade monetária amarrou a mão de propósito quando lançou mão da orientação futura (forward guidance), pela qual se comprometeu a não elevar os juros desde que algumas condições fossem satisfeitas.

"A gente amarrou a mão de propósito com o forward guidance", disse ele, em live promovida pelo jornal Valor Econômico.

Segundo Serra, a medida veio pela percepção de era necessário gerar mais estímulo monetário entendendo que o nível da taxa de juros na reunião do Copom de agosto --quando a Selic foi reduzida de 2,25% para 2%-- não seria capaz de entregar a inflação na meta no horizonte relevante, conforme mandato do BC.​​

"A gente precisava de instrumento adicional. E amarrar a mão faz parte da forma como o forward guidance é utilizado não só no Brasil, como em outros lugares. Foi intencional", disse.

Serra afirmou ainda que há aproximação do IPCA do centro da meta de inflação em 2020, o que é sempre desejável, e que a inflação para 2021 voltou a caminhar na direção correta, embora "ainda longe e distante do centro da meta".

"O que a gente tem até agora é que forward guidance está prestando serviço que a gente gostaria que ele prestasse, e as cláusulas dele estão de pé: regime fiscal de pé, expectativa longa ancorada de pé", afirmou.

"Então ele vai sair automaticamente do jogo quando as nossas projeções e expectativas de mercado se aproximarem do centro da meta no horizonte relevante", completou.

(Por Marcela Ayres)