Mercado abrirá em 9 h 29 min
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,69 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,11 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,01
    +1,75 (+2,64%)
     
  • OURO

    1.787,20
    +3,30 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    49.021,12
    +15,32 (+0,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.257,81
    -183,95 (-12,76%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,72 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.594,40
    -172,29 (-0,72%)
     
  • NIKKEI

    27.853,08
    -176,49 (-0,63%)
     
  • NASDAQ

    15.740,50
    +22,75 (+0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3836
    -0,0117 (-0,18%)
     

Alunos do Colégio Militar do Rio retiram a máscara em festa de Dia das Crianças

·2 min de leitura

Um vídeo que circula em redes sociais mostra alunos do Colégio Militar do Rio de Janeiro (CMRJ) sem máscara se aglomerando numa confraternização (veja o vídeo abaixo). A instituição confirmou a autenticidade da gravação e informou que o episódio aconteceu na manhã desta terça-feira, numa comemoração de Dia das Crianças.

Segundo o CMRJ, a atividade recreativa reuniu alunos do 7° ano do ensino fundamental após uma aula de educação física. Aqueles que abandonavam o item de proteção foram observados e receberam a ordem de recolocá-lo, disse ainda o instituto, em nota.

"Cabe salientar que a equipe do posto médico do Colégio junto com os militares instrutores e monitores realizam um monitoramento e acompanhamento da situação sanitária de todos os alunos, funcionários e familiares, diariamente, e isso, somado aos protocolos de aferição da temperatura, higienização constante, uso de máscaras, aulas respeitando o distanciamento e em salas arejadas, incentivo à vacinação, entre outras, possibilitaram e permitiram o retorno às aulas desde setembro de 2020", escreve o CMRJ.

A instituição também frisa que "segue todos os protocolos estabelecidos pelos órgãos de saúde, tanto é que está há três semanas com zero casos de Covid-19", e que, durante toda a pandemia, teve "índices baixíssimos" da doença.

Coordenador da divisão do CMRJ do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe), o professor Marcelo Assunção diz que descumprimentos ao protocolo do uso de máscara são comuns na unidade, ao contrário do que diz a instituição.

— O discurso do CMRJ é bem adequado, mas as práticas não são — afirma. — As imagens de hoje mostram várias dezenas de alunos e absolutamente nenhum adulto encarregado de orientar o uso de máscaras. Inclusive, é fácil ver que as crianças sequer têm máscaras à mão. E isso não é à toa: diversos professores e funcionários do colégio não têm hábito de usar máscaras, e as crianças os veem como mau exemplo de comportamento.

Embora instituições militares sejam autônomas, o uso de máscara, mesmo em locais abertos, ainda é obrigatório no município do Rio para alunos de 3 anos ou mais, pelo protocolo sanitário para o ensino presencial elaborado pela Secretaria municipal de Saúde (SMS).

Pesquisador da Universidade de Vermont, nos Estados Unidos, e membro do Observatório Covid-19 BR, Vitor Mori avalia que o risco maior de contágio em ambientes abertos está em interações prolongadas face a face e que as máscaras tornariam o contexto mais seguro, mas pontua que o grande problema está nos espaços fechados.

— É claro que a segurança aumentaria se as pessoas estivessem de máscara, mais distantes umas das outras. Mas, ao ar livre, os riscos são muito menores. Sabemos que menos de 1% da transmissão da Covid-19 acontece ao ar livre. Nossa maior preocupação nesses espaços são interações face a face em período prolongado. Aí, sim, a gente tem um risco maior — diz.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos