Mercado abrirá em 6 horas 1 minuto
  • BOVESPA

    118.328,99
    -1.317,01 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.810,21
    -315,49 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,43
    -0,70 (-1,32%)
     
  • OURO

    1.862,40
    -3,50 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    31.866,68
    +1.298,96 (+4,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    628,55
    +18,56 (+3,04%)
     
  • S&P500

    3.853,07
    +1,22 (+0,03%)
     
  • DOW JONES

    31.176,01
    -12,39 (-0,04%)
     
  • FTSE

    6.715,42
    -24,97 (-0,37%)
     
  • HANG SENG

    29.525,20
    -402,56 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    28.684,32
    -72,54 (-0,25%)
     
  • NASDAQ

    13.352,75
    -42,75 (-0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5111
    +0,0027 (+0,04%)
     

Alternativa ao DOC e TED, registro do PIX começa em outubro

Marcus Couto
·2 minuto de leitura
Chaves PIX poderão ser cadastradas a partir de outubro. (Foto: Getty Images)
Chaves PIX poderão ser cadastradas a partir de outubro. (Foto: Getty Images)

O Banco Central do Brasil anunciou a antecipação para o dia 5 de outubro os registros de chaves do PIX, uma nova ferramenta para transferências instantâneas de valores entre contas bancárias. Inicialmente, os registros começariam a ser feitos a partir do dia 3 de novembro.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

O anúncio foi feito pelo presidente da instituição, Roberto Campos Neto, nesta quarta-feira (22), e depois oficializado pelo órgão. As informações são da Exame.

Leia também

A partir de 5 de outubro, clientes dos bancos poderão começar a fazer os registros de suas “chaves” do PIX – um sistema que utiliza uma informação pessoal do usuário, como telefone, e-mail ou CPF/CNPJ, como “endereço” recebedor da transferência. Ou seja, para concluir uma transação via PIX, não será mais necessário informar nome do banco, número de conta e agência, apenas essa chave cadastrada pelo cliente.

“Quem desejar receber um PIX de forma simples e prática deverá, a partir de outubro, acessar o aplicativo da instituição em que possui conta e fazer o registro da chave, vinculando o número de telefone celular, e-mail ou CPF/CNPJ àquela conta específica”, disse o Banco Central em nota obtida pela Exame. “Essas informações serão armazenadas em uma plataforma tecnológica desenvolvida e operada pelo BC, chamada Diretório Identificador de Contas Transacionais (DICT), um dos componentes do PIX.”

Outra vantagem do PIX em relação ao DOC e ao TED é que ele permitirá a realização de transferências 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Segundo o Banco Central, o início da operação do PIX, em caráter de teste, será no dia 3 de novembro, e em 16 de novembro, o sistema será aberto para toda a população.

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.