Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.264,96
    +859,61 (+0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.315,69
    -3,88 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,42
    -0,24 (-0,33%)
     
  • OURO

    1.784,90
    +2,00 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    31.474,53
    -4.201,31 (-11,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    762,93
    -87,41 (-10,28%)
     
  • S&P500

    4.224,79
    +58,34 (+1,40%)
     
  • DOW JONES

    33.876,97
    +586,89 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.062,29
    +44,82 (+0,64%)
     
  • HANG SENG

    28.489,00
    -312,27 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    28.010,93
    -953,15 (-3,29%)
     
  • NASDAQ

    14.131,00
    +1,00 (+0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9726
    -0,0635 (-1,05%)
     

Alta no PIB com pandemia ainda descontrolada é 'respiro' para a economia

·2 minuto de leitura
Paulo Guedes. (Foto: Andressa Anholete/Getty Images)
Paulo Guedes. (Foto: Andressa Anholete/Getty Images)
  • Alta no PIB é boa notícia em meio à grave crise sanitária.

  • País ainda se debate com medidas de restrição ao comércio.

  • Ritmo lento de vacinação também atrapalha.

Hoje a equipe do ministro Paulo Guedes pôde dar um suspiro de alívio, pelo menos por enquanto, com o anúncio de que o Produto Interno Bruto do Brasil cresceu 1,2% no primeiro trimestre de 2021. O anúncio foi feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na manhã desta terça-feira (1).

Leia também:

Apesar de o crescimento ter sido mais lento que no quarto trimestre do ano passado, o salto de pouco mais de 1% indica que o país retomou o patamar de desenvolvimento econômico anterior ao da pandemia.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Infelizmente, apesar do “respiro” da equipe econômica, as sombras de uma pandemia ainda descontrolada e do ritmo lento na vacinação lançam incertezas sobre os próximos meses da economia brasileira. O próprio Guedes admitiu que a vacinação será chave nessa recuperação econômica até o final do ano.

Com média móvel de mortes de 1.849 óbitos por dia, o Brasil se aproxima da marca de 463 mortos pela Covid-19.

Otimismo no governo

Mas, apesar dessas dúvidas, tanto a pasta da economia quanto o Palácio do Planalto estavam confiantes sobre a recuperação da economia brasileira.

Segundo Guedes, a economia brasileira está em uma rota “surpreendente” – sugerindo uma recuperação mesmo com a severa crise sanitária que o país atravessa.

As informações são de reportagem do jornal O Estado de S.Paulo.

"A economia brasileira está de novo em uma rota surpreendente. Está dando indicações de que pode crescer bem acima dos 3,4% neste ano. As revisões do mercado para crescimento estão acima de 4% e há quem preveja 5%”, disse o economista.

Guedes falou durante o Fórum de investimentos Brasil, evento voltado para atração de investimentos estrangeiros.

Na abertura do evento, o presidente Jair Bolsonaro também comentou a situação econômica no Brasil e usou de um tom de otimista:

"A atual crise sanitária enseja preocupações, mas não tem o poder de comprometer o longo prazo de uma das maiores economias do mundo”, disse Bolsonaro.

“O Brasil está, mais do que nunca, preparado para oferecer oportunidades únicas a investidores de todo o mundo por suas potencialidades, assim como por sua segurança jurídica e econômica, que busquei fortalecer durante meu governo.”

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos