Mercado abrirá em 6 h 38 min
  • BOVESPA

    108.376,35
    -737,80 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.006,11
    +197,55 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    77,41
    -1,09 (-1,39%)
     
  • OURO

    1.630,90
    -5,30 (-0,32%)
     
  • BTC-USD

    18.799,16
    -1.425,91 (-7,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    429,99
    -29,14 (-6,35%)
     
  • S&P500

    3.647,29
    -7,75 (-0,21%)
     
  • DOW JONES

    29.134,99
    -125,82 (-0,43%)
     
  • FTSE

    6.984,59
    -36,36 (-0,52%)
     
  • HANG SENG

    17.432,79
    -427,52 (-2,39%)
     
  • NIKKEI

    26.173,98
    -397,89 (-1,50%)
     
  • NASDAQ

    11.263,25
    -70,50 (-0,62%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1400
    -0,0199 (-0,39%)
     

Alta de juros "rápida e contundente" é melhor que gradual, diz autoridade do BC britânico

Vista do Banco da Inglaterra, em Londres

Por David Milliken

LONDRES (Reuters) - O Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) deve estar preparado para aumentar as taxas de juros com força agora para impedir uma piora mais prejudicial nas expectativas do público sobre a inflação de médio prazo, disse a formuladora de política monetária do banco central britânico Catherine Mann nesta segunda-feira.

"O ritmo gradual de aumento da taxa bancária não atenuou as expectativas o suficiente", afirmou ela em um discurso à Sociedade Monetária, Macro e Financeira do Reino Unido da Universidade de Kent.

"Um aperto monetário rápido e contundente, potencialmente seguido por uma retenção ou reversão, é superior à abordagem gradualista", acrescentou.

Os mercados financeiros esperam que o BoE eleve as taxas de juros em 0,75 ponto percentual, para 2,5%, na próxima semana.

Mann disse que é melhor tentar usar altas de juros mais fortes para reduzir as expectativas de inflação, já que a outra alternativa poderia ser um período mais prolongado de taxas de juros mais altas e fraqueza econômica.