Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,32 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,82 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,88
    -2,46 (-2,61%)
     
  • OURO

    1.818,90
    +11,70 (+0,65%)
     
  • BTC-USD

    24.616,10
    -122,78 (-0,50%)
     
  • CMC Crypto 200

    574,64
    +3,36 (+0,59%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,38 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,19 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,65 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.580,00
    +268,75 (+2,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2024
    -0,1213 (-2,28%)
     

Alta da inflação reduz variedade de produtos nos supermercados

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
*Arquivo* SÃO PAULO, SP, 27.04.2022 - Consumidores compram em supermercado na capital paulista. (Foto: Rubens Cavallari/Folhapress)
*Arquivo* SÃO PAULO, SP, 27.04.2022 - Consumidores compram em supermercado na capital paulista. (Foto: Rubens Cavallari/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Com o impacto da inflação sobre as vendas, os supermercados reduziram estoques e, consequentemente, a variedade de produtos disponíveis nas gôndolas nos últimos meses.

É o que indica pesquisa da Neogrid, empresa especializada em serviços de inteligência artificial para cadeias de suprimentos.

Na passagem de maio para junho, o chamado índice de ruptura até teve uma ligeira baixa, de 11,5% para 11%. O nível, contudo, ainda é considerado elevado pela Neogrid.

Na prática, o índice de 11% significa que, em uma lista com 100 itens, 11 não foram encontrados pelo consumidor nas gôndolas em junho.

A pesquisa analisa informações de 40 mil lojas espalhadas pelo Brasil, conforme Robson Munhoz, diretor de sucesso do cliente da Neogrid.

O índice de ruptura não chega a apontar desabastecimento. Sinaliza somente faltas pontuais de itens nas gôndolas, que podem estar associadas aos estoques mais baixos.

"O índice vem oscilando, mas ainda é considerado alto. No mês anterior, havia sido de 11,5% [...]. Quando fica em 11%, acende um alerta", afirma Munhoz.

Segundo ele, é sobretudo a inflação que está por trás do cenário. Diante da perda do poder de compra do consumidor, os supermercados tentam equilibrar os estoques, com foco naquilo que tem maior saída junto ao cliente no momento, indica o diretor.

"A causa raiz é a inflação."

Outro possível sinal da pressão inflacionária, conforme a pesquisa, é a queda nas vendas dos supermercados em unidades. Esse indicador atingiu em junho o menor patamar desde janeiro de 2020. A Neogrid diz que, por questões contratuais, não detalha os dados absolutos.

Entre os produtos, a pesquisa destaca a indisponibilidade do leite longa vida, cujos preços dispararam nos últimos meses. O índice de ruptura foi de 19,4% em junho, após 18,8% no mês anterior. O resultado é o maior desde abril de 2020 (20,3%), fase inicial da pandemia.

De janeiro a junho, o leite acumulou alta de 41,76% no país, pelo IPCA. Somente em junho, a alta foi de 10,7%.

"Não é desabastecimento, estamos longe disso. Mas o que acontece é que marcas têm de aumentar o preço e podem, momentaneamente, ficar de fora do dia a dia das lojas", aponta Munhoz.

Segundo ele, a ruptura do leite está associada a fatores como a produção menor. O quadro no campo foi impactado pelos custos, que ficaram mais altos com o clima adverso sobre as pastagens e a alta nos preços da ração consumida pelo gado, entre outros fatores.

A Neogrid destaca ainda a alta na ruptura em junho da categoria de ovos de aves. O índice atingiu 19,4% no mês passado, após 17% em maio. O novo resultado é o maior desde fevereiro deste ano (20,1%).

Em 12 meses até junho, a inflação brasileira acumulou alta de 11,89%. Nesse recorte, o IPCA está em dois dígitos, acima de 10%, há dez meses. Ou seja, desde setembro do ano passado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos