Alstom fecha contrato com Renova para fornecer R$ 2,7 bilhões em equipamentos

Paris, 6 fev (EFE).- A empresa francesa Alstom anunciou nesta quarta-feira uma parceria com a companhia Renova Energia para a construção, exploração e manutenção de parques eólicos com uma potência global de 1,2 gigawatts e valor estimado em mais de 1 bilhão de euros (R$ 2,7 bilhões).

O contrato prevê a instalação de 440 aerogeradores eólicos em terra firme, com potencial estimado entre 2,7 e 3 megawatts cada um, a partir de 2015 e durante três ou quatro anos, destacou a Alstom em comunicado.

Os equipamentos serão produzidos na fabrica do grupo francês em Camaçari, no estado da Bahia, que vai dobrar sua capacidade com uma nova linha de produção no segundo semestre de 2013, o que permitirá passar de 300 para 600 megawatts anuais.

Os aerogeradores escolhidos pela Renova são as da série Eco 100 da Alstom, que estão em serviço desde 2008, com rotores de entre 100 e 122 metros de diâmetro.

Com a associação de dois ou três modelos destas turbinas em cada parque, se pretende otimizar as potencialidades em termos de geração de energia elétrica.

O contrato prevê a seleção dos equipamentos mais adaptados para cada instalação durante um período de dois anos, em um procedimento que será administrado por um comitê composto por membros da direção de ambas as companhias.

Segundo o presidente da Renova, Mathias Becker, "a Alstom apresentou a melhor relação preço-resultado técnico, o que nos permite ser mais competitivos".

Isso vai representar uma maior eficiência dos parques pela adaptação da tecnologia aos ventos predominantes e menores investimentos, "elementos essenciais que vão nos permitir conservar nossa posição de líder em um mercado eólico cada vez mais competitivo", acrescentou Becker. EFE

Carregando...