Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.893,32
    -1.682,15 (-1,52%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    41.778,87
    +104,57 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,15
    -0,19 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.780,30
    -0,60 (-0,03%)
     
  • BTC-USD

    19.435,39
    +26,38 (+0,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    382,09
    +17,50 (+4,80%)
     
  • S&P500

    3.621,63
    -16,72 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    29.638,64
    -271,73 (-0,91%)
     
  • FTSE

    6.266,19
    -101,39 (-1,59%)
     
  • HANG SENG

    26.341,49
    -553,19 (-2,06%)
     
  • NIKKEI

    26.433,62
    -211,09 (-0,79%)
     
  • NASDAQ

    12.324,75
    +47,75 (+0,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3612
    -0,0134 (-0,21%)
     

Alimentos pressionam e IPC-Fipe passa a subir 1,19% em outubro

·1 minuto de leitura
Supermercado no Rio de Janeiro
Supermercado no Rio de Janeiro

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo passou a subir 1,19% em outubro depois de alta de 1,12% em setembro, diante da forte pressão dos preços de alimentos, informou nesta quarta-feira a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

No mês, o maior impacto decorreu da alta de 2,51% dos custos de Alimentação, depois de alta de 2,15% em setembro. Também pesou o avanço de 2,52% nas Despesas Pessoais, em uma forte aceleração da alta de 1,66% vista no mês anterior.

Na outra ponta, Vestuário apresentou queda de 0,32% em outubro, depois de subir 0,67% em setembro.

O IPC-Fipe mede as variações quadrissemanais dos preços às famílias paulistanas com renda mensal entre 1 e 10 salários mínimos.

(Por Camila Moreira)