Mercado fechará em 2 h 46 min
  • BOVESPA

    101.437,15
    +177,40 (+0,18%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.345,54
    -362,18 (-0,94%)
     
  • PETROLEO CRU

    38,66
    -1,19 (-2,99%)
     
  • OURO

    1.907,90
    +2,70 (+0,14%)
     
  • BTC-USD

    13.018,06
    -131,96 (-1,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    260,06
    -3,36 (-1,27%)
     
  • S&P500

    3.392,72
    -72,67 (-2,10%)
     
  • DOW JONES

    27.586,72
    -748,85 (-2,64%)
     
  • FTSE

    5.807,86
    -52,42 (-0,89%)
     
  • HANG SENG

    24.918,78
    +132,68 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    23.494,34
    -22,25 (-0,09%)
     
  • NASDAQ

    11.481,75
    -181,75 (-1,56%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6413
    -0,0226 (-0,34%)
     

Alicia Keys diz que a música a salvou das drogas e da prostituição nos EUA

Rafael Monteiro
·2 minutos de leitura
Alicia Keys headshot, as singer, graphic element on gray
Alicia Keys (Associated Express)

Alicia Keys cresceu no bairro de Hell's Kitchen, em Nova York, nos Estados Unidos. Hoje conhecida pelos espetáculos de música e restaurantes, a região na infância da cantora era marcada nos anos 1990 por pontos de prostituição e disputas entre gangues. Em entrevista ao Guardian, a artista se disse sortuda por ter conseguido construir uma carreira após conviver por anos com um ambiente tão violento.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

“Eu sou aquela pessoa [o azarão]. Aquela que não deveria sair do Hell's Kitchen, que deveria acabar sendo uma prostituta, uma jovem mãe aos 16 anos, ou viciada em drogas. Eu sou aquela que deveria estar no lugar errado na hora errada e ser ferida ou morta”, refletiu a artista. Por causa do ambiente, ela precisou até mesmo a adotar um estilo que a deixasse mais segura na rua.

Leia também

"Havia vários lugares pornográficos, com prostitutas em cada esquina. “Tinha que usar sempre uma roupa muito folgada, muito escura, sempre com o cabelo para trás; Eu senti que se as pessoas me vissem, elas poderiam tentar me tocar. É por isso que sempre fui uma moleca”, contou.

Toda essas lembranças se fazem presente na música “Underdog”, novo single da cantora, uma parceria com Ed Sheeran. "Que porra é um sonho? Um sonho é um luxo, se você tem que pagar todas essas contas e colocar comida na mesa de seus filhos. É por isso que entendo tanto o que significa ter força para seguir seu próprio caminho", comentou ela.

"Todas as músicas que já escrevi que foram consideradas fortalecedoras ou edificantes foram feitas porque eu precisava me lembrar do meu ponto mais baixo. Elas servem como alerta a mim mesmo: não se esqueça disso”, continuou. Ouça a canção abaixo:

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube