Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.348,80
    -3.132,20 (-2,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.892,28
    -178,62 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,04
    -1,53 (-2,86%)
     
  • OURO

    1.827,70
    -23,70 (-1,28%)
     
  • BTC-USD

    36.254,80
    -101,80 (-0,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    701,93
    -33,21 (-4,52%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.735,71
    -66,25 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    28.573,86
    +76,96 (+0,27%)
     
  • NIKKEI

    28.519,18
    -179,12 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    12.759,00
    -142,00 (-1,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3926
    -0,0485 (-0,75%)
     

Aliado de Paes, César Maia propõe aumento de 72% em salário de prefeito do Rio e depois desiste

ITALO NOGUEIRA
·1 minuto de leitura
***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, RJ, 07.08.2017 - Entrevista com Cesar Maia, ex-prefeito e vereador do Rio de Janeiro. (Foto: Ricardo Borges/Folhapress) ORG XMIT: AGEN1708071716001659
***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, RJ, 07.08.2017 - Entrevista com Cesar Maia, ex-prefeito e vereador do Rio de Janeiro. (Foto: Ricardo Borges/Folhapress) ORG XMIT: AGEN1708071716001659

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O vereador reeleito César Maia (DEM), aliado do candidato Eduardo Paes (DEM), enviou projeto de lei à Câmara Municipal para aumentar em 72% o salário do prefeito do Rio de Janeiro a partir do ano que vem.

A proposta do ex-prefeito, enviada nesta segunda-feira (23) e noticiada pelo site Correio da Manhã, previa que o salário do chefe do Executivo municipal passe de R$ 20.54,94 para R$ 35.462,27. O vereador solicitou nesta sexta-feira (27) o arquivamento do projeto após a repercussão do caso.

Na justificativa do projeto, Maia afirmava que sua intenção era solucionar o conflito entre um decreto e uma lei municipal sobre o teto remuneratório na cidade que afeta o salário de servidores.

Enquanto o primeiro define como limite salarial dos servidores os vencimentos do prefeito, a segunda impunha como máximo o subsídio de 81,22% do teto constitucional.

Paes afirmou, em nota, que vai vetar o projeto de lei caso seja eleito no domingo.

"Não tem cabimento aumentar o salário do Prefeito da Cidade neste grave momento de crise fiscal, social e econômica pela qual passa o município", disse o candidato do DEM.

A assessoria de Maia disse que o objetivo era solucionar o conflito na legislação que afeta a remuneração de servidores do município. Afirmou ainda que o arquivamento foi solicitado para evitar outras interpretações.