Mercado fechado

Alguns membros do BC do Japão alertaram que pandemia pode atrasar recuperação, mostra ata

Por Leika Kihara
·1 minuto de leitura
Sede do Banco do Japão em Tóquio
Sede do Banco do Japão em Tóquio

Por Leika Kihara

TÓQUIO (Reuters) - Alguns membros do banco central do Japão alertaram que o ressurgimento da pandemia de coronavírus pode atrasar a recuperação econômica e desestabilizar seu sistema bancário ao pressionar mais empresas, mostrou nesta quinta-feira a ata da reunião de política monetária de julho.

Embora eles tenham concordado sobre a necessidade de aumentar o estímulo se necessário, as autoridades do Banco do Japão disseram que o impacto da pandemia para os lucros das instituições financeiras pode destruir a capacidade delas de aumentar o empréstimo, mostrou a ata.

"Os números de infecções estão aumentando a um ritmo mais rápido globalmente, portanto precisamos ficar alertas à possibilidade de um ressurgimento inclusive no Japão", disseram alguns membros.

"Se os números de infecção aumentarem de novo, o cronograma para a recuperação econômica sofrerá atrasos", disse um deles. Os dados da pandemia, se prolongados, podem levar a perdas de empregos, afetar a renda das famílias e enfraquecer o consumo, disse outro.

Embora o Banco do Japão tenha mantido a política monetária em julho, as declarações destacam a falta de confiança dos diretores sobre suas projeções de uma modesta recuperação econômica.

"Os membros concordaram que se os lucros das instituições financeiras continuarem sob pressão por um período prolongado, isso pode afetar a intermediação financeira", apontou a ata.

(Reportagem de Leika Kihara)